A  ideia é resgatar músicas (Divulgação)

“Além do Mais...Prosa, Verso e Melodia” é o mais novo projeto da Satura Companhia de Teatro, que une literatura e música brasileira. O diretor Fred Justen divide o palco com a atriz Renata Garcia e o músico Pedro Ribeiro, que perpassam ora por textos clássicos ora por obras da cultura popular, embalados por um repertório que conta com 10 composições de artistas consagrados desse país. Quem quiser conferir, o novo espetáculo será apresentado no Sesc Nogueira, neste sábado, 29, às 14h e no dia 6 de janeiro de 2019 (domingo), às 15h.  As apresentações serão abertas ao público,  com entrada gratuita. A classificação é livre.
Um espetáculo livre, que promove leitura dramatizada direcionada para o público de todas as idades, é o que pretende a montagem. De acordo com o diretor, a ideia é resgatar músicas, já não muito lembradas atualmente. “Esse trabalho mostra o quão é rico o repertório musical de nosso país. Queremos fazer as pessoas refletirem e se encantarem” conta Fred Justen, destacando que o espetáculo permeia a cultura literária de forma poética.
No repertório, o trio apresenta músicas e citações literárias de nomes como Euclides da Cunha, Machado de Assis, Vinícius de Moraes, Gilberto Gil, Ariano Suassuna, Cora Coralina, Belchior e tantos outros que inspiram o dia a dia. A música costura com leveza os textos escolhidos. Prosa e poesia ganham melodia, acompanhadas por violão e acordeon. Esses instrumentos dão vivacidade à apresentação.
Voltado para o público em geral, o espetáculo é um projeto de sensibilização e incentivo à cultura. “O objetivo é levar esse espetáculos para onde houver público. O nosso trabalho visa atender a comunidade, amantes das letras, estudantes, educadores”, ressalta Fred.
A Satura Companhia de Teatro nasceu em Petrópolis, em 1993. Com 25 anos de estrada, o grupo soma um vasto repertório teatral, entre espetáculos infantis e adultos. A companhia já contou com a participação de artistas renomados em supervisões para alguns espetáculos. Em 2015 a Satura foi presenteada pela lendária Elke Maravilha, que se tornou madrinha da companhia, quando na época também atuou como supervisora do espetáculo musical Ópera Insânia. Em 2016, a atriz Rogéria foi supervisora do espetáculo Androfóbicas e em 2018, Moacir Chaves se juntou à companhia remontar o espetáculo Porão de Baleias.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis