A Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí – OCPIT realizará nos dias 08, 11, 12 e 19 de dezembro concertos gratuitos em Petrópolis. No dia 08, próximo sábado, os jovens instrumentistas da Orquestra sobem ao palco do Lago Quitandinha, às 17h, dentro da programação oficial do “Natal É a Gente Que Faz”, promovido pelo sistema Fecomercio/RJ, Sesc/RJ e Senac/RJ. Os concertos dos dias 11 e 12 terão lugar no Cine Teatro do Museu Imperial, ambas as apresentações às 18h30. No repertório, estão obras de grandes compositores, como Bach, Beethoven, Schubert, Mozart, Tchaikovsky, Guerra-Peixe, entre outros. Já no dia 19, a Orquestra se apresentará no Teatro Sesc Quitandinha, às 20h, compondo o Concerto de Natal do Coral Integração.
Formada, no atual ciclo pedagógico, por 27 jovens músicos petropolitanos, a Orquestra é um projeto de inserção sociocultural criado em 2013 pelo Fórum Itaboraí: Política, Ciência e Cultura na Saúde, unidade da Fiocruz em Petrópolis. A Orquestra oferece um curso intensivo e gratuito no ciclo de quatro anos, para estudantes da rede pública de ensino de Petrópolis, com aulas teóricas e práticas de música instrumental e orquestral com carga horária de 438 horas/ano, além de apresentações regulares de concertos para diversos públicos, principalmente para escolas municipais e estaduais. A OCPIT atua na perspectiva profissionalizante dos jovens participantes, além de ser uma iniciativa de inclusão social e modelo de práticas de redução das desigualdades. “Somos uma instituição pública voltada à promoção da saúde e, assim, nossa missão é proporcionar caminhos mais saudáveis também para os nossos jovens, reduzindo as desigualdades sociais e ampliando o acesso aos direitos. Por isso, através da Orquestra, trabalhamos para apoiar o desenvolvimento vocacional desses jovens como profissionais da área, para que possam não só se envolver com a música, mas terem-na também como profissão”, explica Felix Rosenberg, Diretor do Fórum Itaboraí. Atualmente, três jovens egressos da Orquestra estão cursando o ensino superior em música e outros dois, aplicando, este ano, para o THE, o Teste de Habilidade Específica, necessário para o ingresso na Universidade na área de música.

Celso Franzen Jr., maestro e coordenador pedagógico da OCPIT, conta que, ao longo de  2018, a Orquestra realizou 20 apresentações para públicos diferenciados. “Isso é parte da metodologia que, de um lado, fortalece o aprendizado e, de outro, divulga a música clássica, especialmente no ambiente escolar, compartilhando conteúdo cultural e educativo, formando público e estimulando futuros talentos”, explica o maestro, acrescentando que, anualmente, há um processo de ingresso de novos jovens na Orquestra. “Com a nossa caminhada ao longo destes praticamente seis anos, consigo perceber o quanto amadurecemos e sinto os jovens músicos cada vez mais preparados para se apresentarem para novos públicos, com um repertório que vem se incrementando, podendo, assim, mostrarmos o sensível, transformador e dedicado trabalho que vem sendo desenvolvido”, conclui. 
Nos anos de 2015 e 2016, a OCPIT recebeu patrocínio da GE-Celma e, desde fevereiro de 2017, a Orquestra recebe o patrocínio da Schott Brasil, ambos por meio da Lei de Incentivo à Cultura, fortalecendo a proposta de aprendizado profissionalizante e humanista concebida e conduzida pelo Fórum Itaboraí.
Embora todas as quatro apresentações tenham entrada franca, os concertos que acontecerão no Cine Teatro do Museu Imperial estão sujeitos à lotação. Por esta razão, para estas apresentações dos dias 11 e 12/12, é possível reservar o ingresso presencialmente no Palácio Itaboraí, sede do Fórum, localizado à Rua Visconde de Itaboraí, 188 – Valparaíso, ou pelo telefone (24) 2246-1430. Já para a apresentação do dia 19/12, é preciso contribuir com a doação de um quilo de alimento não perecível. Os ingressos podem ser retirados na bilheteria do Sesc Quitandinha, de 9h às 21h.

Serviço:
Fórum Itaboraí – Fiocruz
Rua Visconde de Itaboraí, 188 – Valparaíso – Petrópolis- RJ
Tel.: (24) 2246-1430


Leia Também