Hospital Nossa Senhora de Aparecida em Petropolis

A visita foi realizada nesta terça-feira (24/03) pela secretária de saúde de Petrópolis, Fabíola Heck, em companhia do engenheiro João Luiz Reis e uma equipe da Vigilância Sanitária do Estado a algumas unidades da cidade, como a Clínica de Paralisia Cerebral Dr. Pinto Duarte, no bairro Morin, novo Hospital Nossa Senhora de Aparecida, antiga Casa da Providência, no Valparaiso e Hospital Municipal Nélson de Sá Earp (HMNSE), no Centro da cidade.

A avaliação da equipe descartou, inicialmente, a clínica para pacientes com paralisia cerebral devido à falta de estrutura imediata relativa a abastecimento de oxigênio e energia elétrica. Em seguida a equipe vistoriou a unidade do Valparaiso e se mostrou satisfeita com a evolução das obras para os novos leitos de UTI que poderão receber pacientes infectados pelo coronavírus em Petrópolis.

De acordo com a equipe que realizou a visitação, a intenção é transformar a cidade de Petrópolis na referência de atendimento aos pacientes do COVID-19 na Região Serrana do Estado.

Como já divulgado pela direção, a previsão de abertura do novo hospital Nossa Senhora de Aparecida é para o mês de abril. Até o fim deste mês serão entregues 37 leitos de UTI na unidade especialmente para pacientes vítimas da pandemia.

Na última semana vários pacientes do HMNSE foram transferidos para leitos de UTI do Hospital das Clínicas de Corrêas (HCC) na intenção de desocupação e liberação de locais que também poderão receber pacientes graves infectados pelo coronavírus.

Leia também:








Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis