Pacientes oncológicas Hospital Unimed Petrópolis


O tratamento oncológico é longo, difícil e, por vezes, doloroso. Por essa razão, toda a manifestação de carinho e apoio é fundamental para o bem-estar e a motivação do paciente. Com esse objetivo, o Hospital Unimed Petrópolis implantou, o projeto “Sino da Vida” que já foi estreado por cinco pacientes que venceram o câncer no Centro oncológico e infusional do Hospital Unimed Petrópolis.

 

A iniciativa propõe aos pacientes oncológicos que badalem um sino – fixado no setor de Oncologia - a cada etapa do tratamento vencida, a fim de comemorar as vitórias e marcar um novo início de vida, além de motivar os demais pacientes a persistirem no tratamento, transmitindo vibrações positivas para todos que enfrentam o câncer.

 

Em meio ao tratamento dos pacientes durante a pandemia pelo novo Coronavírus, cinco pacientes reacenderam a esperança de cura e de dias melhores ao badalarem o Sino da Vida.

“O objetivo do projeto é incentivar os que ainda estão em tratamento, revigorar os ânimos do paciente que está concluindo aquele ciclo e também de todos os outros que assistem à cerimônia, proporcionando otimismo, alívio e felicidade em um ambiente acolhedor e humanizado”, explica Rafael Gomes de Castro, presidente da Unimed Petrópolis.

 

A paciente, Dulcina Albernaz dos Santos, 70 anos iniciou o tratamento em outubro de 2019 e agora em maio comemorou a vitória contra o câncer de mama badalando o Sino da Vida.

“Continuo achando que vocês têm asas escondidas. São anjas de Deus. Continuem assim. Todos e todas que passam por aí, são marcados pelo carinho e amor demonstrado por vocês. Vocês fazem a diferença. Ser ‘igual ‘é fácil, fazer a ‘diferença ‘, não. Enquanto eu viver vocês estarão em meu coração e em minhas orações.”, disse emocionada.

 

A coordenadora do Centro oncológico e infusional do Hospital Unimed Petrópolis, Andrea Rittmeyer, explica que sempre que um paciente encerrar um ciclo de tratamento, será convidado a tocar o Sino da Vida.

 

“Nossos pacientes vivem batalhas diárias contra uma doença agressiva e sutil. Para eles e para nós cada Vitória importa!! Por isso a cada término de uma etapa do tratamento celebramos com alegria e agradecimento a Deus. Eles são o Amor de Alguém.”, salienta.

 

A paciente Marilia da Conceição Pereira, 47 anos, estava na unidade desde outubro de 2019 para tratar um câncer. No dia da alta não faltaram emoção e elogios para as equipes do hospital Unimed Petrópolis.

 

“Gratidão, primeiro a Deus e segundo a equipe de cirurgião que me salvou por duas vezes, a acolhida do Dr. Bruno e de todos vocês do Centro Oncológico. O profissionalismo de vocês faz muita diferença nessa hora. Chegamos aqui pra baixo, mas depois a gente ri, brinca, todos sempre com um sorriso, sempre prestativos, isso não tem preço. Graças a Deus eu estou curada, então gratidão a todos”, disse Marilia da Conceição Pereira, que é moradora de Petrópolis.


Pacientes oncológicas Hospital Unimed Petrópolis



Leia também:

"Claridade": uma mensagem de fé e esperança a todos os petropolitanos


Opinião dos médicos que participaram do encontro com prefeito de Petrópolis é seguir com o isolamento social


10 novos respiradores para a UPA Vermelha de Cascatinha em Petrópolis


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis