Data foi lembrada ontem

 

Especialista da Unimed Petrópolis ressalta a importância do diagnóstico precoce e tratamento das doenças reumáticas para a garantia de uma qualidade de vida ao paciente.

 

Na última sexta-feira, 30 de outubro, foi comemorado o Dia Nacional da Luta Contra o Reumatismo, termo esse utilizado para se referir a um grupo de doenças que atacam articulações, ossos, tendões e músculos, além de algumas doenças do sistema imunológico.


De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, existem em média 130 doenças reumáticas. Dentre elas, podemos citar artrose, artrite, bursite, tendinite, fibromialgia e lúpus.

 

Muitos, estimam que o reumatismo só acomete pessoas idosas, mas isso não é uma realidade, como explica o reumatologista da Unimed Petrópolis, Dr. Marcos Carneiro:

 

“As doenças reumáticas inflamatórias precisam de um sistema imunológico vigoroso e os idosos tem um sistema imunológico mais lentificado, então a resposta dos idosos é uma resposta mais lenta. Doenças como artrite reumatoide e lúpus, são prioritariamente doenças de pessoas mais jovens. As pessoas idosas têm mais doenças articulares reumatológicas degenerativas. As doenças inflamatórias acometem mais pessoas mais jovens.” Diz o Dr. Marcos Carneiro.

 

Apesar das doenças reumáticas serem doenças inflamatórias, procura-se uma correlação entre esta característica e a função neurológica e cerebral. A medicina investiga constantemente a relação de doenças reumatológicas com traumas psicológicos.

 

“Algumas doenças reumatológicas como a fibromialgia, que é uma síndrome, estão nitidamente ligadas a problemas de ordem psicológica, principalmente alterações de humor, como a depressão. As doenças reumatológicas, em geral, são doenças incapacitantes e dolorosas, e devido a isso, também levam a uma alteração do humor. No geral, podem causar depressão e sensação de falta de esperança. Ou seja, tendo um problema de ordem psicológica, você pode acarretar uma alteração na resposta imunológica e gerar uma doença reumatológica.” Explica o especialista da Unimed Petrópolis.

 

Em muitos casos, como na artrite reumatoide, o organismo produz anticorpos contra as suas próprias articulações. Ainda não se sabe bem qual o gatilho que desencadeia essa autoagressão. A pessoa provavelmente já nasce com essa propensão genética que se manifesta em forma de artrite reumatoide. Os anticorpos se dirigem para as membranas sinoviais, que são membranas que recobrem as articulações, e induzem um processo inflamatório. Isso faz com que várias substâncias auto inflamatórias progridam nesse processo, fazendo com que a articulação possa ser até mesmo destruída.

 

Sintomas e Tratamento

Os sintomas mais comumente identificados são dores persistentes, rigidez nas articulações, inchaço e vermelhidão.

O tratamento para doenças reumáticas inclui prática de exercícios físicos, terapia física e tratamento farmacológico com o uso de medicamentos. O Dr. Marcos Carneiro explica que deve-se tratar o paciente globalmente e não apenas suas articulações.

“O que é mais importante dizer logo de início, é que não se trata a doença, se trata pacientes. A doença em si é algo em que o paciente está carreando naquele momento. A parte da saúde como um todo influencia no processo da inflamação da articulação do paciente ou até um processo reumatológico que não seja propriamente voltado para a articulação, mas para outros órgãos, como no caso de lúpus. Normalmente usamos anti-inflamatórios não hormonais, que são os mais comuns que se encontram em farmácias, e os corticoides para o tratamento. Ultimamente, o governo vem oferecendo remédios que são altamente sofisticados e de valor elevado. Isso é um avanço muito grande da medicina voltada para reumatologia e hoje você consegue alterar a história de doenças como artrite reumatoide, espondilite anquilosante e lúpus e dar uma sobrevida boa e com qualidade. Posso dizer, com certeza, que as doenças reumatológicas em Petrópolis hoje são muito bem assistidas.” Finaliza o especialista da Unimed Petrópolis.

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis