2020 deixou um marco na história. A chegada da pandemia alterou os hábitos da população mundial relacionados ao trabalho, aos estudos e ao ritmo de convivência social. Com a necessidade do distanciamento físico, também foi preciso adaptar os costumes em casa, o que alterou a rotina alimentar. Assim, muitos aprenderam sobre a importância de uma alimentação mais saudável, principalmente, na busca por fortalecer o sistema imunológico.

 

Aproveitando este momento de conscientização sobre as reais necessidades do organismo e com o objetivo de estimular hábitos alimentares mais saudáveis, a equipe da Unidade de Saúde da Família do Boa Vista, gerida pelo Centro Universitário Arthur Sá Earp Neto (UNIFASE/FMP), criou uma horta sustentável feita com material reciclado, garrafas pet e pallets.

 

“A finalidade da horta é incentivar os pacientes durante as consultas realizadas na unidade, destacando a importância de uma vida saudável, que está diretamente relacionada à alimentação. A conscientização consiste no uso frequente de alimentos e temperos sem agrotóxicos, através de um projeto que é possível ser viabilizado nas residências. A horta foi plantada em novembro do ano passado e, mesmo com pouco tempo, os pacientes se interessam em conhecer os alimentos e relatam que pretendem reproduzir a ideia em suas casas. Nossa intenção é compartilhar as mudas produzidas ao longo do tempo”, destaca Maria Ângela Gomes, agente comunitária de Saúde da USF Boa Vista.

 

O foco é na alimentação saudável, mas a horta também tem a função de trazer benefícios econômicos e terapêuticos. Estudos na área da saúde revelam que cultivar uma horta alimentar é uma prática terapêutica, que pode ser feita também em família para estreitar ainda mais os laços.

 

“Queremos destacar com todo carinho os múltiplos benefícios que uma horta sustentável pode proporcionar. Vivenciamos um momento histórico, com oportunidade de recomeço em diversas áreas. A alimentação faz parte da nossa rotina de bem-estar e, principalmente nesse momento, é uma grande aliada em dias difíceis”, frisa Esthefanie Mello, nutricionista da USF Boa Vista e preceptora de Estágio em Nutrição Social da UNIFASE.

 

A horta possui morango, agrião, alface crespa, alface roxa, salsinha, cebolinha, alecrim, hortelã, orégano, sálvia, tomilho, pimenta, mostarda, cenoura e manjericão, todos os alimentos in natura que destacam os sabores para compor um prato nutritivo. Outro ponto fundamental no trabalho de conscientização sobre a necessidade de hábitos alimentares mais saudáveis foi a idealização de um e-book, com receitas nutritivas, para que os pacientes possam levar o conhecimento adquirido no consultório para a prática, durante a elaboração das receitas em suas casas.

 

“Promover hábitos saudáveis, especialmente durante a pandemia de COVID-19, é uma meta da Nutrição da USF Boa Vista que utiliza como estratégia também um e-book de receitas práticas, acessíveis e saborosas, entregue aos pacientes durante a consulta, para que possam produzir receitas nutritivas no dia a dia. Para tornar a ação efetiva, a horta educativa norteia o consumo de alimentos naturais que servem de inspiração para reproduzirem em suas casas”, explica Paloma Medeiros, aluna do 8º período de Nutrição da UNIFASE.

 

Saiba mais sobre a UNIFASE

(Edição: 29/01/2021)

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis