O governo municipal se reuniu, na quinta (11.02) com empresários do ramo de hotéis, bares e restaurantes para pedir a mobilização da categoria para garantir o cumprimento dos decretos municipais relacionados a pandemia do coronavírus durante o Carnaval. Isso porque, apesar de não haver ponto facultativo, há previsão de aumento na circulação de petropolitanos e turistas em Petrópolis entre os dias 12 e 17 de fevereiro.

 

No período, visando resguardar ainda mais o sistema de saúde do município e a economia da cidade, as fiscalizações pelos órgãos responsáveis serão mais rigorosas. “Passamos da fase de orientação e conscientização. Estamos vivendo a pandemia há onze meses. O objetivo do governo interino não é multar e tampouco onerar ainda mais o empresário. Buscamos a preservação da vida e da própria economia”, frisou o secretário Chefe de Gabinete, Fábio Júnior.

 

Bares e restaurantes podem funcionar até meia-noite, mas devem garantir a restrição de lotação em 30% da capacidade do local. Também devem disponibilizar álcool em gel para os clientes e manter o distanciamento entre as mesas. A música ao vivo está autorizada, mas os espaços não podem oferecer pista de dança. Além do secretário Chefe de Gabinete, estiveram na reunião o secretário de Planejamento e Gestão Estratégica Dalmir Caetano, a secretária de Segurança e Ordem Pública, Karina Bronzo, e o chefe da Divisão de Fiscalização de Posturas, Hailton Lima.

 

As fiscalizações serão intensificadas com o apoio da Guarda Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária. “Precisamos ter cautela e esse diálogo é fundamental para evitar que as consequências sejam sentidas daqui a pouco. Mas sem a participação e comprometimento dos empresários isso não será possível”, lembrou Karina Bronzo.

 

O secretário de Planejamento e Gestão Estratégica, Dalmir Caetano, frisou durante a reunião que o ‘inimigo é o vírus’ e lembrou que todas as flexibilizações têm sido baseadas em notas técnicas da Vigilância Sanitária. “Os empresários são geradores de emprego e responsáveis por parte da receita do município. Embora a vacina tenha começado a chegar, é essencial que os protocolos sejam seguidos para impedir que medidas drásticas tenham que ser tomadas no caso de um colapso no nosso sistema de saúde”, disse.

 

“Foi uma boa oportunidade de apresentarmos para eles a preocupação do Governo em evitar aglomerações nesse período que compreenderia o feriado de Carnaval e esclarecermos duvidas que ainda tinham”, explica Hilton Lima, chefe da Divisão de Fiscalização de Posturas.

 

Para o presidente do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Petrópolis, Germano Valente, o funcionamento dos bares nesse período é importante uma vez que o setor foi um dos mais impactados pela pandemia.

 

“É importante que a população seja consciente e tome os cuidados necessários. Acredito que manter os bares abertos com as medidas de segurança é fundamental para recuperação da economia e até mesmo possibilidade de geração de novos empregos a médio prazo”, disse, afirmando que todas as questões de segurança sanitária continuarão sendo observadas rigorosamente pelos estabelecimentos.

(Edição: 12/02/2021)

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem