O programa de segurança alimentar e nutricional Mesa Brasil Sesc RJ distribuiu nesta terça-feira (27) duas toneladas de alimentos parapessoas em situação de vulnerabilidade social de Petrópolis, em uma ação que contou com o apoio do Sindicato do Comércio Varejista (Sicomércio).

 

“Estivemos no Sesc numa ação muito importante do Sistema ‘S’ que atendeu um pedido do Sicomércio para entrega dessas doações em Petrópolis. Estamos vindo de um ano muito difícil, muitos setores ainda não voltaram a trabalhar e muita gente está precisando de ajuda. Fiquei muito feliz em participar dessa ação”, revela agradecido, Marcelo Fiorini, presidente do Sindicatodo Comércio varejista de Petrópolis (Sicomércio).

 

Dez instituições que fazem um trabalho voltado ao público em vulnerabilidade socioeconômica de Petrópolis receberam os Kits de alimentos para distribuição dentro das suas redes de apoio. Uma dessas entidades foi o Lar Dom Inácio de Loyola que recebeu 26 unidades de produtos in natura.

 

“O Lar vive de doações. Não temos qualquer tipo de convênio ou parceria com órgãos governamentais. E tudo que fazemos é a partir da colaboração dos amigos. Mensalmente entregamos cestas às famílias carentes. Vamos fazer com que esses alimentos cheguem aos que realmente necessitam e que durante a pandemia tem enfrentado mais dificuldades ainda.  A doação é muito bem-vinda”, nos contou Talmo Avila, representante do Lar Dom Inácio de Loyola.

 

Além do Lar Dom Inácio foram contempladas as seguintes entidades: Associação Petropolitana de Pacientes Oncológicos, a ONG. Grão em Grão (Mitra Diocesana), Mércia Eco Ambiental, Associação dos Moradores de Corrêas, Associação Renovar Saúde Criança, Lar de Nossa Senhora das Graças, Lar de Emmanuel, Grupo de Comunicação Espiritual Valparaíso e Grupo de Fraternidade Espírita Osvaldo Cruz.

 

A entrega em Petrópolis é parte de um montante de 50 toneladas de alimentos que serão doadas em 22 municípios do estado, beneficiando cerca de 26 mil pessoas.

 

O conteúdo das doações são cestas de hortifrutigranjeiros (frutas, verduras e legumes) oriundos de propriedades rurais que integram o Mesa no Campo. Por meio do projeto, os produtores fornecem seus excedentes – alimentos em perfeito estado e com alto valor nutritivo, mas pouco aproveitamento comercial - ao Mesa Brasil Sesc RJ. O programa, por sua vez, os repassa para entidades socioassistenciais cadastradas, que fazem a distribuição ao público final.

 

A ação integra a campanha Rio de Mãos Dadas, conjunto de iniciativas do Sistema Fecomércio RJ (Sesc RJ e Senac RJ) que visam a envolver as pessoas em um clima de positividade e esperança em 2021.

 

“Essa agenda de distribuição de alimentos tem como objetivo fazer frente ao cenário que estamos vivendo nesses primeiros meses do ano. Além da queda nas doações recebidas por ONGs e outras entidades, há um crescimento no número de pessoas que perderam suas fontes de renda por conta do recrudescimento da pandemia da Covid-19 e as medidas restritivas adotadas para conter a propagação do vírus. O Sistema Fecomércio RJ, por meio do programa Mesa Brasil Sesc RJ, tem o compromisso de ajudar essas pessoas, muitas delas trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo”, diz o presidente do Sistema Fecomércio RJ, AntonioFlorencio de Queiroz Junior.  


Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem