Foto:  Ilustração BBC 

Vacinação deste público será centralizada em dois pontos. Não é necessário fazer o cadastramento previamente

 

A Secretaria de Saúde retoma neste sábado (15/05) a vacinação contra a covid-19 de gestantes e puérperas maiores de 18 anos com comorbidades, que moram em Petrópolis. A ação será possível com a chegada de pouco mais de 200 doses da CoronaVac ao município. As doses foram enviadas pelo Estado para atender exclusivamente este público. A aplicação da vacina da AstraZeneca em gestantes e puérperas foi suspensa preventivamente pela Secretaria Municipal de Saúde nesta semana, por recomendação da Anvisa e da Secretaria de Estado de Saúde. A partir de agora, a vacinação para estes dois públicos - com a CoronaVac - será concentrada em dois pontos: o campus da UCP na Rua Benjamin Constant (Centro), e o Parque Municipal, em Itaipava. Nos dois pontos a vacina produzida pelo Butantan também está disponível para a aplicação de segunda dose em pessoas que por algum motivo perderam o prazo para concluir a imunização.

 

“Estamos recebendo hoje doses de CoronaVac específicas para vacinar as gestantes e puérperas e, com isso, estamos retomando, conforme a orientação da Secretaria de Estado de Saúde, a aplicação da vacina neste público. A disponibilização do imunizante em dois pontos é necessária para evitarmos a perda de doses”, explica o secretário de Saúde Aloisio Barbosa da Silva Filho, lembrando que gestantes e puérperas com comorbidades não precisam de cadastro.

 

Para receber a vacina, basta que elas compareçam a um dos dois pontos de vacinação apresentando documento de identidade com foto, CPF, comprovante de residência e laudo ou comprovante médico confirmando a gestação ou puerpério, bem como laudo ou receita médica que comprove o tipo de comorbidade. Também é indicado apresentar o cartão de vacinação.

 

A Secretaria de Saúde frisa que aquelas que se vacinaram contra a influenza (gripe) devem respeitar o período de intervalo entre uma vacina e outra. “É sempre necessário respeitar o intervalo entre uma vacina e outra. Quem tomou a vacina contra a influenza (gripe) deve esperar o prazo de 15 dias para se vacinar contra a covid. A orientação é para que as gestantes e puérperas apresentem o cartão de vacinação no momento em que comparecerem ao posto”, recomenda o secretário de Saúde Aloisio Barbosa da Silva Filho.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem