Queda nas doações se acentua nos últimos dias e déficit nos estoques sanguíneos chega a 56%, o que caracteriza estado muito crítico; Instituição disponibiliza transporte gratuito aos doadores


Por Petrópolis em Cena

Neste período do ano, os bancos de sangue sofrem com a ausência dos doadores, pois nos dias de inverno poucos se lembram que muitos pacientes internados nos hospitais necessitam das doações de sangue para sobreviver.

 

No Banco de Sangue Santa Teresa, a situação está crítica, os estoques sanguíneos sofreram uma queda de 56%. Essa baixa tende a se acentuar nos próximos dias, caso não haja uma mobilização grande de doadores.

 

Para ajudar nessa mobilização, a instituição está disponibilizando transporte gratuito aos doadores, sendo táxis para 1 a 4 pessoas e vans para grupos de 12. Para solicitar o transporte, o doador deve entrar em contato pelo tel.: (24) 98857-8769.

 

De acordo com a Dra. Carla Duarte, Médica Hematologista do Banco de Sangue Santa Teresa, são necessárias 90 doações diárias para atender com equilíbrio às demandas dos pacientes internados nos hospitais em tratamentos clínicos. Porém essa meta não vem sendo atingida nos últimos dias, colocando os estoques de sangue em colapso.

 

"Infelizmente estamos tendo menos da metade desse número de doações, o que é muito preocupante, pois essa quantidade nos dá apenas 7 dias de cobertura, sendo que o ideal seria trabalharmos com estoques sanguíneos suficientes para 16 dias", explica a Dra. Carla Duarte.


A médica ressalta que o número de atendimentos vem aumentando em razão da retomada da vida social, do retorno de cirurgias eletivas, além dos pacientes que prosseguem em tratamentos de Covid, anemias, câncer, dentre outros procedimentos. A instituição atende aos hospitais públicos e privados de Petrópolis.

 

"Por isso precisamos urgentemente de doadores. A vida dos pacientes não pode esperar. Esse é o nosso apelo para que as pessoas venham doar sangue", alerta a Médica Hematologista.


Para incentivar as pessoas a doarem sangue neste período, a instituição está veiculando uma campanha de inverno em suas redes sociais, intitulada "O frio chegou e precisamos da sua solidariedade - a gratidão aquece o coração", relembrando o conceito de que a doação de sangue é um gesto solidário que pode salvar até 4 vidas.

 

O Banco de Sangue Santa Teresa ampliou seu horário de atendimento, passando a funcionar diariamente, das 7h às 18h, inclusive aos domingos e feriados, na Rua Doutor Paulo Hervê, 1130, no bairro Bingen, ao lado do Banco Bradesco, oferecendo mais possibilidades para que a população possa organizar suas agendas de forma tranquila, reservando um tempinho para a doação de sangue.

 

O Banco de Sangue Santa Teresa segue rigorosamente todos os protocolos de segurança contra a Covid-19 e por isso conquistou o selo Covid Free de Excelência, concedido pelo IBES - Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde, em reconhecimento por manter as melhores práticas de prevenção e enfrentamento da pandemia de coronavírus.

 

O que é preciso para doação de sangue?

• Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH, etc.) em bom estado de conservação;

• Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença dos pais no momento da doação);

• Estar em boas condições de saúde;

• Pesar no mínimo 50 kg;

• Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

• Após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos, aguardar 3 horas. Não é necessário estar em jejum;

• Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e língua (12 meses após a retirada);

• Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;

• Não ter tido gripe ou resfriado nos últimos 30 dias;

• Não ter tido Doença de Chagas ou Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST);

• Não ter diabetes em uso de insulina;

• Aguardar 48h para doar, caso tenha tomado a vacina da gripe, desde que não esteja com nenhum sintoma.

 

Consulte a equipe do banco de sangue em casos de hipertensão, uso de medicamentos e cirurgias.

 

Critérios específicos para o CORONAVÍRUS:

• Candidatos que apresentaram sintomas de gripe e/ou resfriado devem aguardar 30 dias após cessarem os sintomas para realizar doação de sangue;

• Aguardar 48h para doar, caso tenham tomado a vacina Coronavac/Sinovac e 7 dias caso tenham tomado a Astrazeneca, Pfizer ou Janssen;

• Candidatos que viajaram para o exterior devem aguardar 14 dias após a data de retorno para realizar doação de sangue;

• Candidatos à doação de sangue que tiveram contato, nos últimos 30 dias, com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelos vírus SARS, MERS e/ou 2019-nCoV, bem como aqueles que tiveram contato com casos suspeitos em avaliação, deverão ser considerados inaptos pelo período de 14 dias após o último contato com essas pessoas;

• Candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos SARS, ERS e/ou 2019-nCoV, após diagnóstico clínico e/ou laboratorial, deverão ser considerados inaptos por um período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticos e sem sequelas que contraindique a doação).

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem