Foto: Arquivo PC


O prefeito Rubens Bomtempo anunciou oficialmente, na manhã desta quinta-feira (06), o cancelamento do Carnaval de rua no município. A medida visa a proteção da população, principalmente por conta do aumento do número de casos por Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG, causadas por covid-19 e gripe influenza em todo o Estado. Pelo calendário anual, a festa de momo aconteceria no fim do mês de fevereiro e início de março.

 

“A medida visa a proteção de toda a nossa cidade. É necessário que toda a sociedade tenha a consciência de que a pandemia não acabou. Precisamos repercutir entre a população a nossa realidade sanitária. Diante do atual cenário epidemiológico, não é o momento para aglomerações desta ordem e seria um risco de disseminação do vírus”, frisou o prefeito Rubens Bomtempo.

 

O anúncio foi feito durante uma reunião na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com representantes de todo o governo municipal, principalmente dos setores da saúde. Para o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, a intenção é evitar aglomerações que provoquem o aumento do número de casos na cidade. “A vacinação está avançada na cidade, mas é preciso cautela. É importante que a população mantenha as medidas de segurança, como uso de máscaras e álcool em gel e procure concluir o esquema vacinal, inclusive com as doses de reforço”, frisa.

 

Atualmente, a cidade conta com 240.502 vacinados com a primeira dose, 221.946 com a segunda dose e 56.052 com a dose de reforço. A dose única chegou a 6.805 pessoas desde o início da campanha de imunização.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem