PUBLICIDADE


 

 



PETRÓPOLIS - No mês em que se celebra o Dia Mundial de Conscientização ao Autismo, a Unimed Petrópolis anuncia novo empreendimento para tratamento de pacientes com TEA. O Projeto Nós Te Acolhemos é um recurso próprio da cooperativa dedicado ao tratamento multidisciplinar de crianças com diagnóstico de autismo. O objetivo é oferecer mais uma opção especializada para o tratamento desses pacientes.

 

O novo espaço tem previsão de inauguração no segundo semestre na Rua Ipiranga e será todo estruturado para realizar os atendimentos semanais com salas de terapia ocupacional, sala de conforto para a família, brinquedoteca e cobertura para atividades externas.

 

A idealizadora do projeto, Dra. Rosane Kloh Banger, vice-presidente da Unimed Petrópolis explica que toda comunicação visual do espaço, bem como a ambientação, está sendo pensada para oferecer segurança, bem-estar e conforto para as crianças e seus acompanhantes.

 

“O Projeto ‘Nós Te acolhemos’ contará com uma equipe multidisciplinar formada por especialistas nas áreas: Psicologia, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Psicopedagogia, Nutricionista, entre outros. O novo espaço terá o foco no atendimento individualizado e humanizado. Ofereceremos todos os recursos necessários para impulsionar o desenvolvimento dos nossos pacientes”, anuncia Dra. Rosane.

 

O Autismo

O Transtorno do Espectro Autista não é uma doença. Como o próprio nome indica, trata-se de um transtorno no desenvolvimento neurológico da criança que gera alterações na comunicação, dificuldade (ou ausência) de interação social e mudanças no comportamento. Quanto mais cedo o diagnóstico e o início do tratamento maiores são as chances de o paciente ganhar qualidade de vida e alcançar autonomia. O transtorno atinge de 1% a 2% da população mundial e, no Brasil, aproximadamente dois milhões de pessoas. Pelos dados do Centers for Disease Control and Prevention (CDC), dos Estados Unidos, entre as crianças, a proporção é de que uma a cada 44 seja diagnosticada com o transtorno.



Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE


 

PUBLICIDADE