Objetivo do projeto: contribuir no sentido do manejo de resíduos sólidos na natureza e a redução de emissão de gases de efeito estufa.
Venha e veja “como podemos contribuir com a sustentabilidade do planeta transformando resíduos sólidos de louças quebradas em obras de arte” na Exposição: “Mosaico Sustentável em Picassiette”
AADESP (Associação para o Desenvolvimento Sustentável Participativo - OSCIP) apresenta em Petrópolis a Exposição: “Mosaico Sustentável em Picassiette”. As obras apresentadas agregam arte, resgatam cultura e geram sustentabilidade, pois são elaboradas a partir do aproveitamento de louças que se quebram conforme herança deixada pela Imperatriz Teresa Cristina.
A História conta que a Imperatriz Teresa Cristina confeccionava mosaicos com as louças que se quebravam na cozinha imperial, sendo então considerada como a primeira mosaicista em terras brasileiras.
Alguns anos depois surgiu Gaudi na Espanha com técnica semelhante e também Raymond Isidore, apelidado de Picassiette, em Charters, na França. Este último cobriu a sua casa de mosaicos com cacos, casa que depois de sua morte foi transformada em museu, e hoje é a “Maison Picassiette”, na França. A técnica então passou a ser chamada de Mosaico em Picassiette, mosaico feito a partir de louças quebradas.
Estando em Petrópolis, Cidade Imperial, resgatamos essa cultura da nossa imperatriz e estamos realizando a Exposição: “Mosaico Sustentável em Picassiette” com peças confeccionadas a partir de louças que se quebram, em diversos locais. Contamos com o apoio da ADESP e parceria com cerâmica tradicional, que também faz parte da historia de nossa cidade.
Essa arte tem muita história pra contar! E ela também participa da preservação ambiental, pois cada obra desenvolvida gera sustentabilidade para o nosso planeta, retirando resíduos sólidos que se acumulariam na natureza.
A Exposição está sendo realizada no mês de maio, no Xodó – Armazém Contemporâneo, localizado no bairro Valparaiso, em Petrópolis, nos seguintes dias e horários: de segunda á sexta feira das 17h às 19h; sábados, domingos e feriados das 10h às 13h e das 16h às 19h. 


Leia Também