Festa, que acontece de 1º a 05 de agosto, exalta a cultura japonesa e homenageia nikkeis em Petrópolis
           
Depois que precisou vir ao Brasil a trabalho, há 32 anos, o aposentado Kiyoshi Ami, nascido no Japão, nunca mais voltou a viver na Terra do Sol Nascente. Morador de Petrópolis, ele foi encantado pelas belezas da Cidade Imperial e hoje só encara a viagem de mais 24 horas de avião a passeio. Ami faz parte do tímido – mas significativo – grupo de nikkeis e descendentes moradores do município, que celebra, a partir desta quarta-feira  (1º.08, a cultura japonesa com o Bunka-Sai. A festa, que acontece no Palácio de Cristal com entrada gratuita, vai até o próximo domingo (05.08) com programação cultural e barracas de comidas típicas. Às vésperas da abertura, o atrativo está a todo vapor com os preparativos para o evento.
Perguntado sobre sua preferência, Ami se diz amante das duas culturas. “Os dois países são ótimos. É tudo bom”, diz. Apesar da presença marcante da influência germânica em Petrópolis, a cidade conta também comuma diversidade cultural que inclui, entre outras, tradições italianas, portuguesas e até japonesas. “Não só em Petrópolis, mas os brasileiros no geral gostam muito da cultura japonesa e praticam, como os esportes, por exemplo, nas lutas, ouaté fazendo origamis. Com o Bunka-Sai esperamos que cada vez mais pessoas gostem da cultura japonesa”, explica Kiyoshi Ami, que participou da criação e hoje é presidente da Associação Nikkei de Petrópolis.
 A instituição, junto com a prefeitura e o Consulado Geral do Japão no Rio, realiza o Bunka-Sai. Este ano, a festa vai contar com mais de 40 atividades, entre danças folclóricas, shows de música japonesa, oficinas de mangá, pipa, ikebana (arranjos florais) e origami, além de artes marciais, palestras e Festival de Cosplay. Entre as novidades estão um Mini Undokai – gincanas japonesas – e um concurso de fotografia de sakura (cerejeira) para fotógrafos amadores. No evento, claro, também não vai faltar muita comida típica e o tradicional saquê.
A abertura acontece a partir de 19h, na quarta-feira, com apresentações da banda do 32º Batalhão de Infantaria Leve; KagamiBiraki – que é a sangria do barril de saquê; performance de San San Nana Byoushi e apresentação de Bon-Odori (dança folclórica). “Estamos ansiosos por mais um Bunka-Sai.

Programação vai de shows a oficinas
Com mais de 40 atividades, Petrópolis vai ter um pedacinho do Japão com a programação do Bunka-Sai. “A programação está incrível, a população vai poder conhecer um pouco do que é a cultura japonesa nesses dias de festa, com música, dança, oficinas”, frisa o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo.
Após a abertura, as atrações começam cedo no dia seguinte. Na quinta-feira (02.08), haverá um Mini Undokai (gincanas japonesas), às 14h30, oficina de mangá, às 18h, e Bon-Odori, às 19h. Sexta-feira, 03.08, o público vai poder contar com Mini Undokai, às 14h30, oficina de mangá às 18h, Bon-Odori, às 19h e palestra Tokusatsu – Heróis Japoneses, às 20h.
 Já no sábado, a programação começa cedo com a banda do 32º Batalhão, às 11h, Bon-Odori e oficinas de pipa (Max Pipas/RJ) e ikebana, às 14h, Mini Undokai, às 14h30, escrita japonesa e palestra sobre culinária japonesa, às 15h, oficina de ikebana e apresentação musical do Rio Nikkei Taiko, às 16h. Logo depois, às 17h, tem judô com a presença da técnica da seleção brasileira de judô masculino, YukoFujii, e do judoca Matheus Domingues Moreira, com oficina de origami no mesmo horário, Rio Nikkei Taiko às 18h, Festival de Cosplay, às 19h, e KimonoShow às 20h.
Encerrando a festa, no domingo (05.08), os admiradores da cultura japonesa terão as artes marciais JiuJitsu, KageRyu eAikido, a partir de 10h, apresentação musical de KaminariTaiko, às 13h, oficina com o Dobraduras da Serra, às 14h, oficina de mangá, às 15h, canções japonesas com Noboru Fujita e Cant’Vox, às 15h, KaminariTaiko, às 16h, Concurso de Fotografia de Cerejeiras, às 17h, apresentação de cosplay, às 18h, e Bon-Odori fechando a noite, às 19h. 
A partir de sexta, o público também vai poder contar com exposição de pipas japonesas durante todo o dia. Para as crianças – até 12 anos – o Mini Undokai terá “corrida de saco”, “corrida de três pernas”, “corrida do caranguejo”, “centopéia” e “cabo de guerra”.
Com cerca de 300 descendentes atualmente, Petrópolis vai celebrar e exaltar a cultura japonesa.



Leia Também