O livro de crônicas intitulado “Os chinelos de vó Mariquinha”, terceiro escrito por José
Afonso Barenco de Guedes Vaz, será lançado neste sábado, 1º de setembro, na Casa Cláudio de Souza, às 17h, pela Editora Literar.  José Afonso é cronista conhecido dos leitores dos principais jornais da cidade, para os quais escreve desde os tempos dos bancos universitários, quando cursava a Faculdade de Direito na Universidade Católica de Petrópolis. Membro titular da Academia Petropolitana de Letras (APL), ocupa a cadeira de número 26, patronímica de Dom Azeredo Coutinho.
Em “Os chinelos de vó Mariquinha”, o autor, além de entreter, informa por meio de crônicas, por vezes saudosistas, que nos remetem a uma Petrópolis de outrora, por vezes satíricas, com dose certa de humor irônico. Em seus textos, o autor demonstra seu amor por sua terra natal, nossa linda Petrópolis; a valorização da família, que considera seu bem maior; sua admiração pelo pai, o poeta Osmar de Guedes Vaz, trazendo, ao final de algumas crônicas, lindos versos deste poeta; além de crônicas que versam sobre amizade, política nacional, economia e outros temas.
O livro tem coordenação editorial de Luciana Cunha, capa do ilustrador Rodrigo Santana CB, apresentações de Leandro Garcia e Fernando Costa e prefácio de Angelo Romero. Para a petropolitana Editora Literar é uma honra ter, entre seus autores, José Afonso Barenco de Guedes Vaz, autor que está há muitos anos ligado às letras e à cultura de nossa Cidade Imperial.
No ensejo, o autor, ainda, usará da palavra por breve tempo, com a finalidade de abrir o Ciclo de Palestras a ser promovido pela APL: "Vida e obra dos acadêmicos de ontem". O homenageado da noite será o poeta, jornalista, teatrólogo, dramaturgo, professor e homem de grandes lutas, Carlos Cavaco, que ocupou a cadeira de nº 28 da Academia.

Leia Também