Estreia em Petrópolis, dia 23 de novembro, no Theatro D. Pedro, o espetáculo teatral: “Na Hora do Adeus”, de Jarbas Capusso Filho, com Marcus Tardin e Kenny Alberti, tendo a Direção de Daniel Dias da Silva. Um trabalho que propõe um novo conceito de linguagem e investigação artística para Fomento ao Teatro e Formação de Plateias. Até quando movidos pela culpa nos perdemos de nós mesmos? O quanto ficamos sufocados, paralisados pela incapacidade de lidar com a perda? O quanto o colapso psicológico nos leva a perder o sentido da vida? Como encontramos forças para superar as dificuldades e seguirmos em frente? Estas e outras questões sobre a existência humana são reflexões que desejamos provocar e debater no espetáculo. Através de dramas sinceros buscamos entender com profundidade a subjetividade da vida, tocando em temas delicados sobre saúde mental de forma leve e divertida, uma reflexão sobre um novo estado de consciência, um pleno olhar sobre nós mesmos e as provações apresentadas ao longo da vida. “Após um acidente que transforma pra sempre a vida de um jovem casal, um último encontro se estabelece, um amor absoluto é a razão que vem determinar novas escolhas. A depressão e a possibilidade de suicídio se tornam latentes, últimas palavras são ditas, o afeto transborda transmitindo todo sentimento contido,uma nova percepção surge do desejo que tudo pode ser diferente. A partir de um arrependimento sincero, eles entendem que não existe mais como voltar atrás, o que resta é aprender e crescer com os erros. Com amor, dor e superação percebem que a vida precisa ser refeita, redirecionada, reconstruída, só que agora por uma outra perspectiva. De forma poética, recheado de metáforas e referências, a história deste casal provoca questionamentos sobre vida, morte, culpa, depressão e suicídio; temas que permeiam o cotidiano daqueles que sofrem perdas fatais, mistérios que despertam fascínio sobre a mente humana desde a sua existência. Por todas estas razões construímos este trabalho, por tudo isso somos movidos a encontrar o público, compartilhando percepções, olhares, emoções, sentimentos, mas acima de tudo: a força e o poder do amor como base de transformação.“Temos a certeza que em um mundo cada vez mais carente de amor e afeto, onde o desânimo assola a sociedade, precisamos vibrar energias de força e superação.É para isso que construímos este trabalho, é sobre isso que desejamos pensar junto ao público” afirma Tardin.

Serviço
“Na Hora do Adeus”
Gênero: teatro
Dia: 23 de novembro
Horário:  às 20h
Local: Theatro Dom Pedro
Duração: 55 min
Classificação: 16 anos
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) R$ 15,00 (meia)

Leia Também