Letícia Jochim divide o seu tempo entre o trabalho e a família, restando pouco tempo para treinar
Surpresa pelo resultado, ela garante que nunca imaginou conquistar o título geral

A rotina é normal de uma mulher que divide o seu tempo entre o trabalho e a família, mas os resultados são de uma atleta profissional. Letícia Jochim, de 41 anos, é empresária e passa a maior parte do dia dentro da petshop ao lado do pai, dono do comércio. Mãe de dois filhos - um de 11 e outra de sete anos – ela consegue ajudar os pequenos com os deveres de casa, além das tarefas domésticas e de, como garante, ainda cuidar do marido. Em meio a tantas obrigações, ela encontrou espaço para uma válvula de escape: a corrida de rua. Praticante da modalidade há quase três anos, Letícia surpreendeu as atletas profissionais e conquistou o primeiro no lugar geral no feminino no ranking municipal de corrida, criado no ano passado pela prefeitura com o objetivo de incentivar a participação dos atletas nas provas que acontece na cidade.
"Não faço dieta e consigo treinar, no máximo, duas vezes por semana na academia. Comecei a correr por causa do meu corpo, estava muito insatisfeita. Não imaginava que os resultados pudessem surgir assim desse jeito, em pouco tempo. Nem passava pela minha cabeça ficar em primeira no ranking da cidade", conta Letícia, que encontrou na modalidade algo para distrair a cabeça dos problemas do dia a dia.
"Fico muito feliz em conseguir os resultados, mas não coloco isso como obrigação não. Desde que comecei a participar das provas eu consigo pegar algum lugar no pódio, já devo ter quase 30 troféus, além das medalhas também. O mais importante para mim é a competição comigo mesma, sempre buscando dar o meu melhor em cada prova que eu disputo", garante ela, que se coloca como uma atleta amadora em meio a grandes profissionais.
Entre os homens, o vencedor geral foi José Gutemberg Ferreira, da Pé de Vento. O treinador da equipe, Dr. Henrique Vianna, destaca que a criação do ranking municipal ajudou a incentivar os atletas a participarem das provas que acontecem em Petrópolis. "O corredor desenvolve também na questão disciplinar. Não adianta só estar bem preparado para apenas uma corrida, já que existe uma sequência que conta pontos", explica.
A entrega da premiação do ranking municipal dos corredores acontece na próxima terça-feira, dia 29 de janeiro, no Centro de Cultura Raul de Leoni às 18h. Serão contempladas 24 faixas etárias diferentes, mais os cinco atletas mais bem colocados na classificação geral, tanto no masculino quanto no feminino, somando mais de 100 esportistas agraciados pelo prêmio.
“Vamos começar o ano premiando os corredores que participaram dos eventos da cidade no ano passado. Estamos preparando um calendário com mais de 30 modalidades esportivas diferentes, com cerca de 100 eventos previstos. Desde o início do nosso governo, criamos várias de atividades nos bairros e nas comunidades, além de etapas de competições importantes, graças as parcerias público-privada. Com o incentivo ao esporte, vamos alcançar ainda mais pessoas neste ano”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.
No ano passado, seis provas contaram para o ranking: Corrida do Trabalhador, Petrópolis-Itaipava, XC Run, Circuito Desafio, Petrópolis Night Run e Corrida Master. A ideia é que esse número dobre, estimulando que os atletas participem de mais eventos ao longo desse ano. A premiação em janeiro acontece em virtude do calendário esportivo do município.
"Vamos anunciar no dia 29 as corridas que valem para o calendário deste ano. Em 2018, as corridas que contaram pontos para o ranking foram até outubro, mas pode ser que nos próximos anos aconteçam até dezembro. Dessa maneira, consideramos que janeiro é o melhor mês para a entrega da premiação”, explica Leandro Kronemberguer, superintendente de Esportes e Lazer.
Fonte: Assessoria


Leia Também