Já imaginou ser o gênio da lâmpada na vida de alguém? A Unimed Petrópolis sim e realizou os desejos de alguns pacientes internados no hospital na última sexta-feira (05.04). A iniciativa fez parte da comemoração ao Dia Mundial da Saúde e proporcionou surpresas e momentos mágicos. Um dos mais emocionantes ficou por conta da realização do desejo do Adrian de Oliveira Bento Salgado, 17 anos, internado no Hospital Unimed desde os 3 anos de idade ele pôde pela primeira vez deixar a unidade para visitar o Museu Imperial.
 “Que momento mais especial, nada neste mundo paga esse sorriso dele. Eu não tenho como agradecer”, emociona-se Mariza de Oliveira, avó do adolescente.
A saída do Adrian do Hospital Unimed Petrópolis gerou uma grande expectativa em toda equipe, inclusive de áreas independentes da assistência direta ao paciente. O coordenador da UTI Neonatal, Gustavo Benvenuti explicou que os cuidados ao jovem ultrapassam as relações de médico e paciente.
 “É como um filho para a gente. Eu o acompanho há anos e sei a ansiedade que ele sentia, mas infelizmente antes ele não tinha condições para fazer esse tipo de passeio. Hoje é um momento realmente especial para nós que somos como a família dele”, disse Gustavo Benvenuti, informando que devido a um problema cardíaco, o paciente desenvolveu pneumonia de repetição.  
Assim que chegou ao Museu Imperial, Adrian foi recepcionado pelo diretor Mauricio Vicente, que além de presenteá-lo com um kit de boas-vindas, também realizou pessoalmente uma visita guiada pelo belo acervo do Museu Imperial.
 “Para nós é uma constatação de que o nosso Museu é um lugar de memória e história, mas é, sobretudo, um lugar de acolhida, de inclusão e de afeto. Definitivamente foi uma experiência emocionante”, disse.

Pelos corredores do hospital a música deu o tom da emoção
Os pacientes, médicos e funcionários do Hospital Unimed ainda foram surpreendidos com uma cantata conduzida pela cantora católica Marcela Siesler e os funcionários do hospital, Cassiane Moraes, Wallace Maia Weber e Jorge Luis dos Santos que levaram os pacientes às lágrimas com um lindo repertório de músicas religiosas.
Como o ocorreu com a Maria Helena Terra Xavier de 71 anos que tinha o desejo de ouvir músicas católicas, internada desde 23 de janeiro, ela teve seu desejo realizado.
Já Luis Claudio Ferreira de 61 anos, internado desde 20 de janeiro, é fã de Rock e conseguiu ouvir bons clássicos graças a ação voluntária do Gabriel Kinast que se sensibilizou com a causa e aproveitou o horário do almoço do trabalho para vir especialmente cantar para o senhor Luis.
“Eu me segurei para conseguir cantar, eu amo Rock e assim como o senhor Luis sou muito fã dos Beatles, ele cantou melhor do eu que as vezes tinha que olhar a cola da letra da música. Que presente que foi para mim esse dia”, disse Gabriel Kinast.
 “O Dia do Desejo comemora o Dia Mundial da Saúde, celebrado em 7 de abril, e demostra o nosso cuidado com as pessoas, o que nos motiva todos os dias. Essa é a nossa essência. Hoje foi apenas uma demonstração de várias ações que temos programadas ao longo deste ano, o que queremos é justamente isso, proporcionar não só o cuidado em saúde, mas carinho, atenção e tratamento humanizado”, disse Rafael Gomes de Castro, presidente da Unimed Petrópolis.


Nenhum comentário:

Postar um comentário