A dificuldade em se concentrar, o comportamento impulsivo e a agitação corporal são características a serem investigadas.


por Juliane Lisboa


TDAH ainda é um transtorno mal compreendido (Imagem ilustrativa)
Não é simples identificar o Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH), porém se diagnosticado por profissionais trará alívio para todos, principalmente para a criança.
O comportamento é percebido em diferentes rotinas, não só pelos pais, mas também pelos professores e amigos.
Podem ser crianças com um padrão de Desatenção, Hiperatividade e ou Impulsividade de grau leve, moderado ou grave. Dificilmente prestam atenção em sala de aula, se distraem com um lápis, esquecem mochila, óculos e dias de prova. Podem ser também mais agitados, roem unhas, estalam dedo, remexem os pés, saem para ir ao banheiro muitas vezes, falam compulsivamente, interrompem conversas e outros. Comportamentos esses que muitas vezes resultam em problemas sociais e escolares.
Com essas e outras características a criança é em alguns casos rotulada como mal-educada, desleixada, preguiçosa, malandra e tantos outros títulos. E como são comportamentos que estamos acostumados a lidar, nos causa uma falsa sensação de normalidade, fazendo com que seja mais do que necessário a análise de um profissional capacitado. Importante procurar profissionais que conheçam o TDAH para confirmar o diagnóstico.  O Psicólogo irá iniciar o atendimento esclarecendo aos pais o que está acontecendo e o sentimento de raiva misturado com culpa e frustração precisarão muitas vezes ser trabalhados. Aprender a como lidar com o comportamento da criança fará toda a diferença, pois minimizando os aspectos disfuncionais, criará um clima emocional mais estável para a mesma. Dependendo do grau do TDAH será feito um trabalho multidisciplinar auxiliando no desenvolvimento cognitivo e comportamental, criando estratégias facilitadoras em todos os aspectos, juntamente com a escola.
Acredito que a palavra chave para lidar com tudo isso seja acolhimento. Seu filho pode não ser preguiçoso, procure ajuda!

(*) Psicologia Infanto-Juvenil e Orientação Vocacional.
CRP: 05.36600
Instagram: @psicologajulianelisboa

(24) 98831-4595


Acompanhe o Petropolis em Cena nas redes sociais:
Facebook/jornalpetropolisemcena
Twitter/petropolisemcen
Instagram: @petropolisemcena


Use a hashtag #petroplisemcena e compartilhe nossas fotos e informações

Nenhum comentário:

Postar um comentário