O aumento no número de turistas em Petrópolis e o maior interesse dos brasileiros pela cultura nos últimos tempos são os principais motivos pelos quais os museus e atrativos da cidade têm apresentado taxas de visitação cada vez melhores. No primeiro semestre de 2019, os principais museus históricos e culturais da Cidade Imperial registraram crescimento no número de visitantes. O Museu Casa do Colono e o Museu Casa de Santos Dumont, por exemplo, administrados pela prefeitura, tiveram aumento de 23,7% e 14,3%, respectivamente, entre janeiro e junho deste ano se comparado ao mesmo período de 2018.
Os eventos, como Natal Imperial e Bauernfest, a cada ano batendo recordes de visitação, também ajudam a atrair mais visitantes para os pontos turísticos do município. Principais atrativos como o Museu Imperial, a Casa Stefan Zweig (Foto), a Igreja Luterana, o Palácio Amarelo, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), o Centro Cultural Estação Nogueira, entre outros, computaram aumento na visitação do primeiro semestre. O Museu Casa do Colono contou com a visitação de 7.697 pessoas entre janeiro e junho, 23,7% a mais do que em 2018, quando o número foi de 6.223. O Museu Casa de Santos Dumont recebeu 69.887 pessoas no mesmo período, 14,9% maior do que o ano anterior, com 61.155 visitantes.
“Petrópolis tem cada vez mais atrativos turísticos e tem se firmado como importante destino turístico do país e um dos principais do estado. Isso movimenta a cidade e aquece a economia. Os museus têm sentido o reflexo do aumento de visitantes circulando pelo município e isso mostra que estamos no caminho certo”, destaca o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.
Além das festas, a prefeitura vem investindo na divulgação de Petrópolis, como a participação de feiras e eventos voltados para o setor. O próximo será a Salão Estadual de Turismo do Rio de Janeiro 2019, que acontece na capital entre os dias 22 e 25 deste mês. 

FONTE: Ascom

Leia Também