Família do Paraná fez passeio pelo Centro Histórico

Dia Mundial do Turismo, Petrópolis realizou na sexta-feira (27.09) o primeiro teste com visitantes de fora da cidade no novo modal de transporte turístico, em substituição às charretes com tração animal. Pioneiro no país, o serviço – que ainda está em fase de teste como uma das 12 empresas interessadas - conta com uma carruagem de design histórico, com um condutor vestido a caráter e efeitos sonoros. Uma família da cidade de Apucarana, no Paraná, que visitava o Museu Imperial, foi convidada a fazer um breve passeio pelo Centro Histórico.
“Eu fiquei encantada quando vi, tinha vontade de conhecer Petrópolis, e me senti uma princesa, uma rainha. A meu ver, essa mudança vai ser bem aceita. É uma carruagem de verdade, só não tem os animais. Eu recomendo”, disse a corretora de imóveis Rosana Fukumoto. “Achei uma iniciativa muito boa. Retrata bem a carruagem, só que o cavalo não é mais necessário, a tecnologia está aí pra isso”, completa a filha dela, a estudante Louise Fukumoto.
Esta é a primeira empresa que testa o novo modal. Equipes da CPTrans vêm acompanhando o trabalho e vistoriama adequação do veículo ao pavimento, além de outros itens, como a segurança dos passageiros e a resistência mecânica. O veículo permanece em avaliação prática e operacional por 15 dias, podendo o período ser prorrogado a critério da Companhia.
“Essa foi uma escolha da população, que decidiu pelo fim da tração animal. Mas Petrópolis é uma cidade turística, que tem no setor uma de suas principais fontes de renda, que gera empregos, e que é uma das nossas ferramentas para contornar a crise. E podemos usar todos os avanços e a tecnologia a nosso favor, oferecendo aos turistas um novo modal de transporte”, frisa o prefeito Bernardo Rossi.
Por onde passa, a “Carruagem Elétrica”, como é chamada pela empresa responsável, chama a atenção de turistas e moradores. Em poucos minutos em frente ao Museu Imperial – um dos mais importantes atrativos turísticos e históricos da cidade – o veículo foi a atração principal. A professora Natalia Proskuryakova, que é da Rússia, aprovou a ideia e fez questão de registrar uma fotografia da nova Vitória.
“Achei essa ideia, de substituir pra carruagem elétrica, maravilhosa, porque é um estilo, um retrato de Petrópolis, que é muito interessante para os turistas”, disse.
Após o chamamento público feito pela prefeitura neste mês, 12 empresas se cadastraram no teste de operação do serviço. A CPTrans está organizando um calendário de avaliações para atender a cada instituição. O objetivo do novo serviço é manter a tradição dos passeios pelo Centro Histórico aliando a tecnologia e a segurança.
O fim do uso dos cavalos para tração das charretes foi escolhido por 117 mil pessoas. Após homologação do resultado pelo TSE, a prefeitura decretou a extinção da atividade, em março desse ano. "É um marco no país, e Petrópolis saiu na frente", frisa o secretário da Turispreto, Marcelo Valente.
Vale lembrar que o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) – que é o próximo passo da implantação do serviço após a realização dos testes – contempla preferencialmente a utilização da mão de obra dos antigos condutores das vitorias de tração animal

Leia Também