O maior evento de cafés especiais do Estado do Rio de Janeiro está de volta a Petrópolis nos dias 7 e 8 de setembro. Nele, os amantes da bebida se reunirão pela primeira vez em um lugar que faz parte da história do café no Brasil: o Palácio Rio Negro, trazendo para essa edição histórica os melhores produtores, torrefadores e cafeterias juntos com deliciosas opções de gastronomia harmonizada, drinques e smoothies surpreendentes, além de oficinas e palestras para uma completa imersão no universo dos cafés especiais.
Quem marca presença pela segunda vez consecutiva no evento é a Cafélo (Rua Nelson de Sá Earp 43), uma das cafeterias mais aconchegantes e inspiradoras da Cidade Imperial, comandada por um casal de baristas: Lohana Santos e Marcelo Santos (foto). Eles estão aquecendo o mercado dos cafés especiais em Petrópolis fazendo com que o consumidor vivencie uma experiência sensorial memorável.
“Além dos clássicos espresso e cappuccino italianos, será a oportunidade de experimentar cafés das melhores regiões do Brasil, únicos e super aromáticos! E ainda levaremos algumas opções de cafés gelados: deliciosamente surpreendentes!", adianta Lohana.
De acordo com Marcelo Santos, o Café Especial é um termo usado para se referir aos cafés submetidos à avaliação por especialistas (Q-Graders, profissionais provadores de café, comparados aos enólogos), e que alcançaram notas acima de 80 pontos da escala criada pela SCAA Specialty Coffee Association of America. Também são levados em conta aromas, doçura, acidez, amargor, sabor residual, e corpo (sensação de preenchimento na boca).

O evento
Ao longo da programação do Festival do Café, quem passar pelo local vai poder degustar variados sabores, aromas e tipos de café. A opção que faz parte da rotina diária de muitos brasileiros ganhou o coração dos idealizadores do festival, que nasceu de forma despretensiosa, durante a busca de um direcionamento empresarial. 
 “Eu e minha esposa estávamos buscando uma forma de complementar a renda da nossa família. Foi quando pensamos em investir numa franquia e pra isso procuramos um mentor. Foi ai que encontramos o nosso sócio e quando começamos a conversar pra direcionar as coisas, vimos que todos os três eram apaixonados por café e porque não reunir isso a outras paixões como a literatura, a música, a gastronomia e as pessoas? Foi assim que surgiu a vontade de trazer isso pra tantos apaixonados pelo café, assim como nós”, diz o idealizador Luiz Villela. 
E neste mundo de coffee makers (produtores de café) e coffee lovers (amantes do café), surgiu a primeira edição do evento, realizada no Parque das Ruínas na capital. “A primeira edição fez com que tudo se consolidasse. Logo de cara ganhamos o título de maior festival do gênero no Rio e percebemos ali, que dava pra continuar o nosso sonho. Temos um amor muito grande pela cultura do café e enxergamos nele, uma relação com grande parte dos brasileiros. Todo mundo tem uma memória que se conecta ao café, principalmente quando o assunto é a casa da mãe ou da avó”, conta Carla Borges Marçal, uma das desenvolvedoras do Festival.
A programação vai contemplar workshops, oficinas e palestras sobre a arte dos cafés. Ao longo do evento, será possível encontrar também, produtos que harmonizam com a bebida ou que foram desenvolvidos tendo o café como base. A expectativa é que o evento supere o público que já foi alcançado, ao longo das edições anteriores. “É um evento pra família, trazendo toda essa bagagem da cultura do café, além de opções para que as pessoas o apreciem ainda mais. Estamos preparando destaques que vão encantar a todos que passarem pelo evento, ao longo dos dois dias”, adiantou o sócio do festival, Leonardo Lanzetta.

Confira a programação:

Sábado 07/09
14h Visitação mediada ao Palácio Rio Negro. (40 pessoas por visitação )
15h Café Tradicional x Café Especial. Qual a diferença entre eles ? Com Leonardo Carvalho.
16h Visitação mediada ao Palácio Rio Negro. (40 pessoas por visitação )
17h Oficina de Torra. Com associação cultural de cafeicultores da cidade de Heliodora M.G

Domingo 08/09
14h Compostagem com a borra do café e outros resíduos. Com a empresa Composerra.
16h Oficina de Torra. Com associação cultural de cafeicultores da cidade de Heliodora M.G
17h Turismo Rural , a experiência em visitar uma fazenda de café. Com Eleonora - Monthal Farm

Serviço
Festival do Café
Palácio Rio Negro - Avenida Koeller 255 (centro)
Dias 7 e 8 de Setembro
Horário:  10h às 19h
Entrada: gratuita

Cafélo   
Rua Doutor Nelson De Sá Earp 43, Centro
Funcionamento: segunda a sábado de 09h as 20h
Tel: (24) 3302-1206 / Whatsapp: (24) 98183-9383











Leia Também