A pandemia impôs vários desafios à população mundial, desde a mudança de rotina de trabalho e estudos, até o entendimento de que realmente se faz necessário o distanciamento social para evitar a disseminação do vírus. Assim, muitos planos foram pausados. O que não parou foi o cuidado aos pacientes nas unidades de saúde, que mais do que nunca, contam com a dedicação e o empenho das equipes multiprofissionais. Neste cenário, que demanda por profissionais qualificados para atuarem na linha de frente contra o Coronavírus, a Faculdade de Medicina de Petrópolis antecipou a colação de grau de 111 formandos. A solenidade foi realizada no dia 20 de outubro, on-line, através do canal da instituição no YouTube.

 

“O compromisso maior da Faculdade de Medicina de Petrópolis é com a saúde da população brasileira e com o SUS. Por isso, a instituição atendeu à solicitação dos alunos para que antecipasse a formatura. Assim, entregamos profissionais qualificados ao mercado, para que possam servir ao país neste momento tão difícil de pandemia da COVID-19. Realizamos a colação de grau com responsabilidade, garantindo a qualidade dos médicos formados na FMP. Com essa medida, a faculdade cumpre com a sua missão maior junto à sociedade”, frisa Paulo Sá, coordenador do curso de Medicina da FMP. 

 

A medida adotada pela UNIFASE/FMP de antecipar a colação de grau dos estudantes de Medicina, que concluíram 75% do internato, tem o aval dos órgãos governamentais e legislativos, inclusive do Ministério da Educação, que divulgou a permissão enquanto durar a situação de emergência na saúde pública. 

 

“No início, houve uma mistura de emoções, sentimentos e insegurança, mas optamos pela formatura antecipada por acreditarmos que não nos trará prejuízos na formação profissional, uma vez que durante esses 6 anos a faculdade nos deu substrato teórico e prático para nos atualizarmos, possibilitando a nossa atuação em qualquer nível de saúde”, explica Fernanda Miranda, médica formada essa semana na UNIFASE/FMP.

 

As festas para comemorar a formatura precisaram ser realizadas no seio familiar. Não foi possível celebrar a conquista presencialmente, com todos os amigos da turma reunidos, afinal, a pandemia continua e é necessário evitar aglomeração. Apesar da colação de grau ter sido virtual, o brilho e alegria de se formar estiveram presentes em cada minuto da solenidade.   

 

“Os últimos seis anos da minha vida foram impulsionados pelo sonho de me tornar médica. Cada momento de dificuldade, medo e ansiedade eu sabia que um dia seria recompensado. Hoje, olho para trás e vejo o quanto cresci nesses últimos anos, não só como médica, mas como pessoa. Quero ser boa tecnicamente, mas também sensível à dor do outro, empática diante do momento vivido por cada paciente. Nós estamos presentes desde a comemoração inicial da vida, até o consolo da partida. Quero fazer residência e me aprimorar. Sempre levando comigo a lembrança de que estou cuidando de pessoas e não de doenças. Em tempos de COVID, a FMP não poupou esforços para atender à nossa solicitação de antecipação da formatura. Agora, vou seguir o meu caminho profissional e me dedicar ao cuidado dos pacientes”, destaca Jéssica Mussel Santos, médica formada essa semana na UNIFASE/FMP.

Se quiser fazer parte do grupo de médicos formados na FMP, aproveite a oportunidade. As inscrições para o vestibular podem ser feitas até o dia 01 de novembro no site: www.fmpfase.edu.br


Assista aos vídeos


Inteligência Artificial: Por Conexões mais Humanas

 

Coronavírus em Petrópolis: o que você precisa saber

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis