Priscila Castro


Fique em Casa

Projeto da dançarina e coreógrafa foi selecionado no Edital


Sábado, 30 de janeiro, a partir das 18h, simultaneamente no Facebook (@xdaquestaoproducoes), Instagram (@xdaquestaoproducoes) e Youtube Xdaquestão Produções, será veiculada a performance de dança “Índios & Parintins”. 

O edital de projetos culturais Fique em Casa com Cultura do IMCE - Instituto Municipal de Cultura e Esportes selecionou 100 projetos de artistas e profissionais que atuam em artes e os produtos finais estão sendo veiculados no Canal Cultura Petrópolis, criado pelo Conselho Municipal de Cultura. 

Com o intuito de ampliar a divulgação a Xdaquestão Produções decidiu veicular em suas plataformas digitais os projetes que coordenou a produção, sendo assim, todos os sábados às 18h, vai rodar um material inédito, e nesse final de semana é a vez do projeto “Índios & Parintins” da dançarina e coreógrafa Priscila Castro.

 

Sobre Priscila Castro

Bailarina desde os 03 anos, Priscila Castro iniciou a carreira ainda aos 13 anos quando adquiriu seu registro profissional de Artista Bailarina e também começou a ministrar aulas. Formada em Educação Física e Dança, tem diversas especializações entre elas: Instrutora de Ballet Infantil, Danças Folclóricas e Forró. Em 1999 fundou o Hip-boi que hoje se transformou num Centro Cultural com Studio e uma Cia de Dança. Destaca-se há 20 anos por este trabalho pioneiro de pesquisa e divulgação da Dança e da cultura do Boi-bumbá de Parintins do Amazonas.

Atualmente realiza anualmente intercâmbio cultural em parceria oficial com o Boi-bumbá Caprichoso em Parintins-AM e permanece à frente do Centro Cultural Hip-Boi onde coordena o Studio e a Cia de Dança com os quais recebeu vários prêmios, títulos e homenagens como bailarina, coreógrafa, diretora e produtora cultural.  Entre os destaques estão a produção dos eventos: “Festival Dançar por Dançar”, o projeto itinerante “Dançar por Aí” e as comemorações dos 20 anos do HipBoi.

A coreógrafa foi destaques dos prêmios: “É Festa - Os Melhores da Arte Cultura e Lazer de Petrópolis” na Categoria Dança. (2006, 2007, 2008, 2009 e 2010); “Oscar Naval de Cultura” – Rio de Janeiro 2016; “Maestro Guerra Peixe de Cultura” – Produção Cultural do Festival Dançar por Dançar (2018); Padre Quinha 2019.


O projeto

“Índios & Parintins” tem a Direção Geral e Executiva assinada por Maurício Araújo, à diretora de produção e secretária teatral é a jornalista Carla Coelho e o material trata-se de uma produção em parceria entre as empresas Comunicação Livre e Xdaquestão Produções.

 

Índios & Parintins

Valorização e encanto é uma performance de dança que usa como base os trabalhos de pesquisa, valorização, transmissão e perpetuação da importância do respeito a movimentação corporal da cultura indígena, bem como da elevação, além das fronteiras da Região Norte, do Festival de Parintins, trabalho encabeçado por Priscila Castro há 20 anos, através do Centro Cultural Hip-Boi, bem como do Studio e a Cia de Dança que coordena.

 

Sobre a apresentação

A apresentação inédita nesse formato e cenário é pautada nas informações sobre o povo indígena, bem como sua cultura, vestimenta, artesanato, hábitos e dança, parte integrante e parcela muitas das vezes esquecida, da cultura genuinamente brasileira.

Além disso, a dançarina, fazendo uso de músicas dos Bumbás Garantido e Caprichoso faz pulsar a energia do festival e do povo de Parintins, ou seja, dessa ilha situada a 420 km de Manaus/ AM, rio à dentro, onde nasceram os Bumbás e que conseguiram criar e estabelecer no Brasil, o palco sagrado da maior festa folclórica da América Latina.

A partir da utilização de grande acervo de figurinos, adereços e peças cênicas a cena foi produzida para compor a performance. Fazendo uso de músicas típicas, a atividade promete levar encantamento e conteúdo a partir da narrativa cênica corporal proposta pela dançarina.


Repertório coreografado

Tribálica (Adriano Aguiar, Geovane Bastos e Michael Trindade); Celebração Tribal (Paulinho du Sagrado); Sentimento Caprichoso (Adriano Aguiar, Geovane Bastos e Michael Trindade); Guerreiros da baixada (Maurício Filho); Pura harmonia (Paulinho du Sagrado) e Povo de Alma Vermelha (Paulinho Du Sagrado)


Classificação e apresentação

O projeto possui classificação livre, a estreia será no sábado dia 30 de janeiro às 18h, mas o vídeo vai permanecer à disposição de todos os internautas no Youtube da Xdaquestão Produções no Canal do YouTube.


 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem