Tenente-coronel Gil Kempers

 Previsão de temporais

Defesa Civil volta a adotar avisos para alertar as comunidades

 

As sirenes de Petrópolis voltaram a informar a população sobre a previsão de temporais. Os equipamentos tocaram ontem (06/01) alertando as comunidades sobre a possibilidade de chuvas fortes. O objetivo é deixar os moradores atentos e caso a tempestade aconteça, eles estejam preparados para seguirem para os pontos de apoio.

 

Com essa primeira mensagem informativa, não é necessário, no primeiro momento, que os moradores saiam de casa. “A população precisa estar ciente sobre a possibilidade de chuva e atenta caso seja necessário sair de casa. O sistema vai operar em três estágios e a primeira mensagem passa a ser apenas preventiva”, explica o prefeito interino Hingo Hammes.

 

Dessa forma, as sirenes passam a usar três sinais sonoros. O primeiro é uma mensagem preventiva, alertando sobre a previsão.  Com a chuva forte, o segundo sinal é de mobilização para que os moradores procurem locais seguros ou pontos de apoio. Quando não há mais risco potencial para os moradores, soa a terceira sirene para desmobilização.

 

No município, são 20 conjuntos de sirenes em 12 bairros: Gentio, Buraco do Sapo, 24 de Maio, Alto da Serra, Bingen, Dr. Thouzet, Independência, Quitandinha, São Sebastião, Sargento Boening, Siméria e Vila Felipe. Todas elas estão funcionando nestes três estágios.

 

“O toque de mobilização, ou seja, quando as pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio, só é dado quando a chuva atinge um índice relacionando chuva acumulada x chuva horária. É o segundo estágio do sistema. Os moradores precisam estar atentos para o que a mensagem da sirene está dizendo”, explica o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, tenente-coronel Gil Kempers.

 

Alerta para a população

 

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias começou a gerenciar hoje (07/01) o envio do SMS de alertas de chuvas fortes para a população. Além disso, os mesmos avisos estarão disponíveis em plataformas de pesquisa e também nas TVs por assinatura. O sistema pertence ao Governo Federal, mas a partir de agora, o disparo das mensagens será feito pelas equipes técnicas da Defesa Civil.

 

Esse processo vai melhorar a informação para a população e agilizar a mobilização, bem como a redução dos riscos. "Durante esse nosso período de chuvas fortes essa informação é muito importante para ajudar a salvar vidas e antecipar a saída das pessoas de áreas de risco para um local seguro", explica o prefeito interino Hingo Hammes.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis