Ponto de apoio para pacientes com sintomas de covid-19 continuará operando em estrutura montada ao lado

 

A UPA Cascatinha voltará a funcionar neste sábado (13) como unidade de pronto atendimento, recebendo pacientes que buscam os serviços de urgência e emergência em função de problemas de saúde não relacionados ao coronavírus. O ponto de apoio montado ao lado da UPA seguirá funcionando, com médicos 24h, atendendo pacientes com sintomas de covid-19. A mudança leva em conta o controle da taxa de ocupação de leitos hospitalares para pacientes com covid-19, que, na última quinta-feira, estava em 38% nos leitos clínicos e 23% nos leitos de UTI.

 

Segundo o prefeito interino Hingo Hammes, as equipes da Secretaria de Saúde manterão o monitoramento dos números. “Abrimos a UPA Vermelha em janeiro porque precisávamos de mais leitos, mas estamos observando queda no número de internações nas últimas semanas, não havendo a necessidade de, neste momento, manter essa estrutura extra”, explicou, lembrando que, se for preciso, mais para frente, a unidade pode voltar a funcionar para internações de pessoas com sintomas de covid-19.

 

Na última quinta-feira (11), dos 20 leitos para internação na UPA Vermelha (10 clínicos e 10 UTIs), seis estavam ocupados. No Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE), dos 58 leitos para internação (44 clínicos e 13 de UTI), 18 estavam ocupados.

 

“Estamos observando uma queda no número de atendimentos nos pontos de apoio. Em contrapartida, mais pessoas estão buscando as unidades de urgência e emergência não covid. Esta mudança vai permitir uma melhor assistência à população, que voltará a contar com quatro portas de entrada não covid (UPA Cascatinha, UPA Centro, UPA Itaipava e Pronto Socorro Leônidas Sampaio), detalhou o secretário municipal de Saúde, Aloisio Barbosa da Silva Filho. Os três pontos de apoio para pacientes com sintomas de covid-19 continuarão funcionando ao lado da UPA Cascatinha, no Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE) e ao lado da Unidade Básica de Saúde de Itaipava.

 

No caso dos pontos de apoio, o que funciona ao lado da UPA Cascatinha tem médicos 24 horas. Os dois outros, no HMNSE e em Itaipava, também funcionam 24h, mas com atendimento médico das 8h às 20h. Das 20h às 8h há equipes de enfermagem para a realização de exames e orientação.

 

Petrópolis teve, até agora, desde o início da pandemia 17.113 casos de covid-19 confirmados. Fonte: PMP

(Edição: 12/03/2021)

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem