Fernando Baena


Com 100% de ocupação dos leitos de UTI para a Covid-19, a direção do Hospital SMH - Beneficência Portuguesa de Petrópolis classifica o atual cenário da cidade como gravíssimo, nesta segunda-feira, 29 de março.

 

O diretor executivo operacional do Hospital SMH, Fernando Baena, explica que “a demanda por internação cresce a cada dia e a faixa etária dos pacientes infectados inclui cada vez mais pessoas jovens. É um perfil de paciente que demora mais a buscar atendimento médico, o que faz com que o quadro se agrave, levando ao aumento da necessidade e do tempo de permanência nos leitos de UTI. Por consequência, a oferta de vagas diminui, torna a fila de espera ainda maior e reduz as perspectivas de abertura de novos leitos, como vinha sendo feito anteriormente”.

 

A orientação é para que a população não espere orientações para tomar as atitudes corretas para frear o avanço da pandemia.

 

“A população não deve esperar que o poder público ou qualquer autoridade diga o que se deve ou não fazer. A única alternativa agora é ficar em casa. Não é sair para comprar roupa, para comer e muito menos para beber ou malhar. O aceitável no momento é apenas ir ao médico, ao hospital ou à farmácia. Essa é a atitude a ser tomada por aqueles que não querem dar adeus a conhecidos ou familiares, ou ainda perder a própria vida”, pontua o diretor executivo do Hospital SMH - Beneficência Portuguesa de Petrópolis.  

 

 

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis