A Câmara Municipal de Petrópolis aprovou nesta terça-feira (23), o Projeto de Lei de autoria dos vereadores Yuri Moura, Júnior Coruja e Júnior Paixão, que permite o transporte alternativo de passageiros por veículos escolares, como vans e kombis. A matéria obteve 13 votos positivos dos parlamentares e aguarda sanção do Governo Municipal.



Os vereadores foram motivados pelas recorrentes aglomerações nos ônibus, originadas pela redução da frota durante a pandemia. “Demos mais um passo importante contra as aglomerações diárias nos ônibus da cidade, fruto das covardias e crimes contra a saúde pública das grandes empresas, e ainda conseguimos uma solução para que os motoristas de vans possam voltar ao trabalho. Agradeço aos vereadores Júnior Coruja e Júnior Paixão pela parceria nesse projeto”, disse Yuri Moura, que recentemente pediu multas às empresas de ônibus e anunciou ida ao Ministério Público por crime contra a saúde pública e pela retomada de 100% da frota.



Para que possam operar nessa função, os veículos escolares precisam estar regularmente permissionados pela prefeitura e respeitar todas as normas de segurança vigentes no combate ao Covid-19. Os veículos também devem estar devidamente vistoriados e poderão atuar enquanto durar o estado de calamidade pública gerado pela pandemia.



Quanto às tarifas cobradas no transporte alternativo, o projeto prevê que sejam as mesmas estabelecidas para as empresas de ônibus, vedado qualquer reajuste sem prévia autorização do Governo Municipal. O mesmo vale para os itinerários. Outras normas e determinações deverão ocorrer por intermédio da CPTrans, que também ficará responsável por definir os pontos de embarque e desembarque e indicar quais as linhas carecem mais de transporte alternativo. Ainda nesta semana os vereadores autores da lei irão conversar com o Executivo.



Para Júnior Coruja, vereador presidente da Comissão de Trânsito e Transporte da Câmara, o transporte público de qualidade é prioridade. “Sigo confiante e buscando melhores propostas e alternativas para nossa população. Por isso, tenho trabalhado incansavelmente também para o retorno de 100% das frotas de ônibus. Mediante o cenário caótico que estamos vivendo identificamos uma importante alternativa, que são as vans escolares, para enfrentarmos esse momento difícil” afirmou.



Já Júnior Paixão, afirma que a medida é uma solução imediata para a geração de empregos. “Os motoristas de vans escolares estão há mais de um ano sem trabalhar por conta da pandemia. Com isso, vamos solucionar os problemas para ambos os lados, já que os ônibus serão desafogados”, finaliza.

 


Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem