Depois de integrantes da Polícia Militar, chegou a vez de bombeiros, policiais civis, rodoviários federais e guardas civis a receberem a primeira dose da vacina contra a covid-19. A Secretaria Municipal de Saúde começou, na semana passada, a fazer a entrega de imunizantes para forças de segurança que atuam na cidade.

 

A quantidade de doses enviadas às forças de segurança segue as determinações do Governo do Estado. Já receberam a primeira dose do imunizante policiais civis das 105ª e 106ª DP – Retiro e Itaipava, bombeiros do 15º GBM e agentes da Polícia Rodoviária Federal, assim como policiais militares do 26º BPM. Nesta quinta-feira, guardas civis começaram a ganhar a primeira injeção com a vacina.

 

A chegada da vacina foi comemorada pelas forças de segurança. No 26º BPM, por exemplo, o número de vacinados nessa primeira etapa corresponde a 38% do efetivo da unidade. “Nosso serviço é essencial e constante. A corporação não parou durante esse tempo e a exposição do policial ao vírus, mesmo usando todos os meios de prevenção, é muito grande, por isso é extremamente necessária a imunização desses profissionais”, disse a tenente-coronel Simone de Almeida Silva.

 

"A Guarda Civil está na linha frente desde o início, nas equipes de fiscalização e nas barreiras sanitárias. Os guardas estão em contato com outras pessoas o tempo inteiro. A vacinação traz mais segurança e tranquilidade para eles trabalharem", explica Karina Bronzo, secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP).

 

O delegado Nei Loureiro, titular da 106º DP (Itaipava), disse que a medida preserva a saúde dos policiais que estão na linha de frente desde o início da pandemia. “As forças de segurança não podem trabalhar em home office e desde o início da pandemia permaneceram em contato direto com a população, sempre zelando pelo bem-estar de toda a sociedade”, enfatiza.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem