Objetivo é falar sobre a história da Independência mexicana fazendo uma releitura devido às mudanças políticas que o país enfrenta 200 anos depois



A Casa de Petrópolis Instituto de Cultura está promovendo uma rodada de conversas sobre o bicentenário mexicano em parceria com o consulado do México. Os bate-papos vão ocorrer nos dias 26 de maio e 4 de junho, às 18h30. Este é o primeiro evento internacional do espaço que reabriu ao público em dezembro do ano passado com a finalidade de reunir eventos culturais e aproximar a sociedade da história e arquitetura do casarão histórico do século 19.



O objetivo das rodadas de conversa é contar a história da segunda etapa da Independência do México, que começou em 1810. “Está sendo feita uma releitura dos significados e dos personagens que fazem parte desse momento devido às mudanças políticas que o país está enfrentando”, diz Rachel Wider, historiadora e diretora executiva da Casa de Petrópolis.



Rachel vai participar dos dois encontros ao lado dos convidados. No dia 26 de maio, a conversa vai contar com a presença do Cônsul do México, Héctor Valezzi, e do historiador Álvaro Penalva Rodrigues. Eles vão abordar uma perspectiva 200 anos após a consumação da independência mexicana.

Já no dia 4 de junho, participam do bate-papo Adolfo Zepeda, do Consulado do México no Rio de Janeiro e a restauradora Luciana Lopes. Na ocasião, os três vão falar sobre os mistérios envolvendo a instalação do monumento da Águia e da serpente no jardim da Praça Visconde de Mauá, em frente à Câmara Municipal.



“O tema vem de encontro a uma necessidade de pesquisa, pois a águia e a serpente são símbolos do México. Então precisamos entender como aquilo foi parar ali. Qual é o significado por trás, quais documentos temos e quais são as falhas documentais?”, afirma Rachel.



Apenas 28 pessoas poderão participar de cada bate-papo devido às regras de distanciamento social e protocolos de segurança contra covid-19. Lembrando que a Casa de Petrópolis segue à risca as determinações dos órgãos de saúde

.

Os interessados em participar das conversas devem se inscrever gratuitamente pelo e-mail: culturacasadepetropolis@gmail.com. Poderão participar dos bate-papos as primeiras 28 pessoas inscritas. Haverá também uma fila de espera caso haja desistência.

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem