Município recebe 2.340 doses da vacina na segunda-feira


Com a chegada do primeiro lote de vacinas Pfizer /Biontech agendada para segunda-feira (24/05), a Secretaria de Saúde faz o planejamento e irá anunciar ainda neste fim de semana uma nova ampliação do público a ser vacinado na cidade. Até quinta-feira (20/05) Petrópolis tinha 76.790 pessoas vacinadas com a primeira dose. Destas, 33.093 receberam a segunda dose e completaram o esquema de imunização. A Secretaria de Saúde destaca que os protocolos para armazenamento e aplicação da nova vacina são diferentes das já utilizadas na cidade – CoronaVac e AstraZeneca.

 

 “A Secretaria de Saúde adotou todas as medidas para que Petrópolis esteja com a estrutura preparada para receber a vacina Pfizer. Estamos com tudo preparado aguardando a chegada das vacinas Pfizer. Temos mais de 25% dos moradores vacinados e mais de 10% deles já receberam a segunda dose, necessária para a imunização. Estamos com tudo pronto, aguardando apenas a chegada das novas doses para que possamos seguir com a ampliação da vacinação” destaca o prefeito interino Hingo Hammes.

 

Dentro das ações de planejamento e infraestrutura para receber as vacinas Pfizer/Biontech, a Secretaria de Saúde de Petrópolis já dispõe de um freezer para o armazenamento da vacina na temperatura indicada - 15ºC a -25ºC graus. A disponibilização do equipamento é fruto de uma parceria público privada e foi cedido pelo Banco de Sangue do Hospital Santa Teresa. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, esta primeira remessa não exigirá o uso deste freezer, porque será envida aos municípios já descongelada, devendo ser mantida na temperatura 2ºC a 8ºC. Após o descongelamento, a Pfizer/Biontech deve ser utilizada em cinco dias.

 

A Secretaria de Saúde está fazendo todo o planejamento para que as doses sejam aplicadas até sexta-feira (28/05). As equipes de vacinação também estão sendo orientadas em relação ao manuseio e aplicação desta nova vacina.

 

“As pessoas que irão se vacinar com a Pfizer precisam saber que o protocolo desta vacina é diferente não apenas em relação ao armazenamento em baixas temperaturas, mas também quanto ao preparo para a aplicação. A Pfizer deve ser diluída em soro fisiológico e a dose deve ser de 0,3ml - não 0,5ml como no caso da CoronaVac e AstraZeneca. É importante que as pessoas saibam destes detalhes e das diferenças entre as vacinas”, destaca o secretário de Saúde Aloisio Barbosa da Silva Filho, lembrando que o intervalo entre a aplicação da primeira e segunda dose da Pfizer/Biontech é de 12 semanas – 3 meses.

 

A Pfizer/Biontech que chegará a Petrópolis tem frasco com multidoses. Cada frasco contém, após a diluição, 2,25 ml, a partir dos quais é possível obter seis doses. Cada uma das doses deve ser diluída em soro fisiológico, em temperatura ambiente. Para a aplicação da Pfizer será utilizada a seringa de 1ml (diferente da utilizada atualmente com as demais vacinas contra covid-19) e cada dose deverá conter 0,3ml. A aplicação deve ser intramuscular, assim como as demais vacinas contra a covid-19.

 

 

Após a abertura e diluição a vacina deve ser conservada a uma temperatura de +2ºC a +8ºC e as seis doses devem ser aplicadas em até 6 horas. 

 

A vacina Pfizer é contraindicada para pessoas com histórico de reação anafilática previa, assim como a qualquer componente da vacina.

 

Assim com as demais vacinas contra a covid-19, no caso da Pfizer, também é necessário respeitar o intervalo mínimo de 14 dias para a vacinação contra a influenza ou outras vacinas do calendário.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem