Imagem ilustrativa


Movimento conta com a parceria de entidades e visa arrecadar itens essenciais para a montagem e doação de cestas básicas

 

A Prefeitura, por meio das secretarias de Assistência Social e da Defesa Civil e Ações Voluntárias, lança nova etapa da campanha de arrecadação de alimentos Fazer o Bem Faz Bem. A iniciativa visa mobilizar a população de forma a contribuir para a segurança alimentar de famílias em risco social na cidade. As doações podem ser feitas na sede da Defesa Civil, na Rua Buarque de Macedo, 128 – Centro; na Casa da Cidadania, na Rua Visconde de Souza Franco, 474 - Centro; no Centro de Cidadania, na Estrada União e Indústria, 11860 – Itaipava; e no supermercado DIB, que apoia a ação com um ponto de recolhimento montado na loja de Cascatinha.

 

Todo o material arrecadado será usado para a montagem de cestas básicas, cada uma contendo: arroz (5kg);  feijão (3kg); óleo (2lt); leite em pó (2 pct); macarrão (1kg); farinha de mandioca (1 kg); fubá (1 kg); açúcar (1 kg); e sal (1 kg).  “É uma ação de mobilização em prol de famílias em situação de famílias de vulnerabilidade social, que foram ainda mais afetadas pela pandemia. Estas famílias existem e precisamos unir forças para que o apoio chegue até elas efetivamente”, lembra o prefeito Hingo Hammes.

 

Para esta campanha foram definidos especificamente os itens a serem arrecadados, considerados essenciais, de maior relevância para a formação das cestas básicas. “Estipulamos os itens pensando em garantir que contribuam para uma alimentação de maior qualidade para essas famílias. Nossas equipes vão acompanhar de perto essas doações e vamos cuidar da montagem de cada cesta”, pontua o secretário de Assistência Social, Hugo Bento, enfatizando a importância da participação de toda a população nesse movimento. “Mais uma vez, esperamos mobilizar o maior número de pessoas nessa ação em prol do bem-estar dessa parcela da população que mais necessita”.

 

Na primeira etapa da campanha, em maio e junho, quando os postos de vacinação contra a covid-19 serviram como pontos de arrecadação de alimentos, mais de 2 toneladas de gêneros alimentícios foram arrecadadas, além de itens de higiene pessoal e material de limpeza. Os itens, na época, foram entregues às seguintes entidades: Gaymada Petrópolis, Associação dos Camelôs, Pastoral do Caxambu, Associação São Charbel, Comunidade São Jorge, CDDH, Fraternidade Eclética, Aldeia da Criança, Ong Sal para Terra, Projeto Mãe Amiga, Associação Renovar Saúde Criança, Associação Pestalozzi, Comunidade Jesus Menino - Casa dos Amigos Especiais, Mitra Diocesana, Associação de Assistência Social Yolanda Duarte, Casa de Benefícios Alcides de Castro, Lar das Crianças Nossa Senhora das Graças, Instituto Mafer - Lar Santa Catarina, Associação Oficina de Jesus e Residência Assistida para idosos Lar São João de Deus.

 

Nesta nova etapa da campanha, as doações poderão ser entregues todos os dias nos pontos de arrecadação durante o horário comercial e ao longo da campanha os itens doados serão recolhidos periodicamente para a montagem das cestas. O apoio da Defesa Civil, além que garantir a maior mobilização de entidades parceiras, vai contribuir com a logística das doações. “Nossas equipes estão destacadas para dar o suporte necessário e ao vamos buscar a adesão de novos parceiros para esse movimento. Essa é uma importante causa e a participação da sociedade é de grande valor”, enfatizou o secretário de Defesa Civil, o tenente coronel Gil Kempers, que destacou que o objetivo da campanha é alcançar também a adesão de empresas da cidade para ampliar o número de arrecadações.

 

Esta é mais um ação voluntária para a qual a Defesa Civil mobiliza suas equipes. Ao longo de todo inverno, o órgão também realizou a campanha de arrecadação de agasalhos e cobertores.  A Parede Solidária, um ponto de recolhimento de doações, foi instalada na entrada da sede da Defesa Civil e incentivou as pessoas a depositarem no local os itens a serem doados, que ficaram à disposição da população. No momento, a secretaria também organiza a campanha de arrecadação de brinquedos para o Dia das Crianças. As doações serão destinadas para as cerca de quatro mil crianças  mapeadas pelos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDEC).

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem