Black Princess

 


Novo rótulo terá a renda revertida para apoiar a luta contra a violência sofrida pelas mulheres

 

O Grupo Petrópolis apresenta a sua primeira cerveja feita só por mulheres. Parte da família da marca Black Princess, nasce a FemAle, uma Strong Golden Ale feita por mulheres, da brassagem ao envase. Esse lançamento marca a consolidação de um importante pilar da marca Black Princess – a valorização feminina em todas as esferas, o apoio constante pela equidade de gêneros e no combate à violência contra a mulher. Toda a renda obtida com a venda do primeiro lote do rótulo será revertida para a ONG Tamo Juntas, organização social composta por mulheres que prestam assessoria multidisciplinar (jurídica, psicológica, social e pedagógica) gratuita para mulheres em situação de violência (www.tamojuntas.org.br)

 

"A violência contra as mulheres é uma questão urgente em nosso país que tem exigido uma postura comprometida para o enfrentamento por parte do Estado e da sociedade. No ano passado, a cada um minuto foi feita uma ligação para o 180, canal de atendimento que registra denúncias de violência contra as mulheres. A ‘Tamo Juntas’ é uma organização feminista que oferece assessoria multidisciplinar gratuita para mulheres em situação de violência e vulnerabilidade social. A Organização atua no combate à violência de gênero e no fortalecimento das mulheres buscando oferecer suporte qualificado para que possam acessar à justiça e serviços de proteção. Estamos felizes em ver a Black Princess abraçando essa causa, sobretudo com uma cerveja que fortalece e prioriza as mulheres em todo processo", comenta Maria Letícia Dias Ferreira, presidente da organização sem fins lucrativos.

 

A receita da FemAle, de escola belga, foi desenvolvida tendo à frente duas mestres-cervejeiras do grupo: Keilane Poltronieri e Liane Bemme. Keilane é engenheira de Alimentos e entrou no Grupo Petrópolis em 2014 como trainee de Controle de Qualidade. Aprendeu a trabalhar em todas as áreas do Industrial e, em 2018, foi para Blumenau fazer o curso de Cervejeira Técnica (foi parte da primeira dupla de mulheres cervejeiras formadas pelo Grupo Petrópolis).  Após se formar, voltou para a unidade de Petrópolis em 2019 e assumiu o cargo de Coordenadora de Processos, em que lidera toda equipe do Processo da Unidade de Petrópolis.

 

Formada em Engenharia de Alimentos, Liane Bemme conheceu o GP e o mundo de cerveja por meio do processo de trainee. Iniciou sua carreira na área de qualidade, mas o encanto pelo chão de fábrica não demorou a acontecer. Se formou Sommelier de Cervejas e Cervejeira Técnica. Fez parte da primeira dupla de mulheres cervejeiras formadas pelo Grupo Petrópolis. Liane criou raízes em meio a operação e tem muito orgulho de ter sido parte desse importante marco. A satisfação aumenta ao ver que hoje, sete anos depois, nasce a Strong Golden FemAle!

 

Todas as mulheres do time da marca Black Princess estiveram à frente do projeto, desde a concepção. O rótulo foi desenhado pela ilustradora Tami Lemos, criadora do movimento Crie como uma Garota, e traz referências à força feminina, ao empoderamento e ao combate à violência contra a mulher. O número 180 do disque denúncia contra a violência feminina também está em evidência no rótulo.

 

Também participaram do desenvolvimento desse rótulo as cervejeiras Elizabeth Bogenia e Fidelcina Moreira, as trainees da área Industrial Bruna de Mello Tristão e Nathália Santos de Assis e a Especialista Sensorial e Sommelier Ana Paula Nicolino.

 

Eliana Cassandre, head de Marketing da Black Princess e do Grupo Petrópolis, comenta a importância desse lançamento para o grupo: “O mundo da cerveja está cada vez mais aberto a um público de paladar aguçado e exigente: as mulheres!  Sommelières, mestres-cervejeiras, produtoras caseiras ou somente apaixonadas pela bebida se multiplicam pelo país e ganham protagonismo nesta cena. O Grupo Petrópolis se orgulha de ter mulheres em todas as etapas de produção de suas cervejas, em todos os cargos: da linha de produção à vice-presidência da companhia”.

 

Como uma boa Strong Golden Ale, a Black Princess FemAle é uma cerveja complexa e delicada, dourada como o ouro, forte e coberta por uma espuma branca e cremosa. Os compostos produzidos pela levedura de alta fermentação remetem a frutas e especiarias, que se misturam às notas dos maltes. O lúpulo em flor contribui com delicado aroma floral e sabor condimentado. 

 

No paladar é uma cerveja potente, mas ao mesmo tempo equilibrada. O teor alcoólico de 7,4%, e o amargor de 36 IBU estão muito bem balanceados à intensidade de aroma, sabor e carbonatação. A temperatura ideal para ser servida é entre 6,0 e 8,0°C, no copo Globet.

 

Para harmonizar, a Black Princess FemAle combina bem com frutos do mar - caranguejo, lula, lagosta, camarão e bacalhau, além de truta e salmão com alcaparras ou com molho de maracujá. Queijos como canastra, gruyère, gouda, parmesão/pecorino e roquefort caem muito bem acompanhados pela FemAle. Comida tailandesa e massas com molho pesto ou vermelho também harmonizam muito bem com a bebida.

 

E como o fim do ano se aproxima, as comidas das festas natalinas fazem um match perfeito com a FemAle: paellas, assados de peru, pato e chester, vitela, panetone, cheesecake de damasco, chocolate branco e torta de cerejas.

 

A Black Princess FemAle será comercializada em long necks a partir de novembro, no Bom de Beer, e-commerce do grupo, e na Black Princess House (www.blackprincesshouse.com.br), em São Paulo/SP.

 

O lançamento da FemAle também aproximou a marca do Festival Feira Preta, conhecido como um dos principais e maiores eventos de cultura negra da América Latina, que completa 20 anos de existência no próximo mês e trará novidades em parceria com a Black Princess.

 

A FemAle vai integrar a seleção de cervejas sazonais da marca, que já conta com a Braza Hops, produzida com lúpulo brasileiro próprio cultivado pelo Grupo Petrópolis, a Be.Witbier, a Bohemian Pilsner e a Gimme Fire.

 

Sobre a Black Princess 

Produzida em uma fábrica localizada na cidade de Teresópolis, a Black Princess surgiu em 1882 e desde então vem conquistando os mais exigentes apreciadores de cerveja. A cerveja era considerada a preferida da nobreza brasileira nos tempos do Império. Hoje conta com oito rótulos: Black Princess Gold, Black Princess Dark, Black Princess Doctor Weiss, Black Princess Let’s Hop, Black Princess Miss Blonde, Black Princess Back to the Red, Black Princess Tião Bock e Black Princess APA-82. A Black Princess é parceira do Saber Beber, programa que incentiva o consumo consciente de álcool, reforçando que o ato de beber não é um problema, desde que seja feito de forma consciente e responsável. Saiba mais sobre a cerveja em www.cervejablackprincess.com.br 

 

 


 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem