Edição especial em comemoração ao mês das crianças vai abordar importância do instituto no combate à covid-19 e na história da saúde pública do país

 

O projeto cultural Rolé na Rede promove no próximo domingo, 17 de outubro, às 10h, um passeio virtual por um dos locais mais relevantes para a história da saúde pública brasileira: a Fundação Oswaldo Cruz. Em homenagem ao Mês das Crianças, o passeio com o tema Fiocruz, o Castelo Encantado da Ciência, abordará os fatos históricos, o patrimônio e o essencial papel da instituição no combate à pandemia da covid-19 e no desenvolvimento científico global por meio de uma narrativa lúdica, para conquistar também o público infantil. 


O evento, 100% online e gratuito, será transmitido ao vivo pela plataforma Zoom e terá transmissão simultânea pelo Facebook do Rolé Carioca. O projeto conta com o patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Municipal de Cultura, da Estácio e da Operadora Nacional do Sistema Elétrico (ONS), copatrocínio da First RH Group e Shift Gestão de Serviços, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura - Lei do ISS, e apoio da Lecca. 

 

Dentre alguns dos marcantes acontecimentos nos mais de 120 anos de história da Fiocruz, que serão abordados no passeio, estão a complexa reforma sanitária que erradicou a epidemia de peste bubônica e a febre amarela da cidade do Rio de Janeiro no início do século XX; o episódio conhecido como o Massacre de Manguinhos, quando cientistas que trabalhavam para a fundação tiveram seus direitos cassados durante a ditadura militar; o Prêmio Mundial de Excelência em Saúde Pública de 2006, concedido pela maior e mais importante instituição de Saúde Pública do mundo, a Federação Mundial de Associações de Saúde Pública; e a atual imensa relevância da instituição nas diversas frentes de combate à covid-19.  

 

“Esta será uma oportunidade única para crianças e adultos conhecerem ainda mais sobre este patrimônio que trouxe tantos avanços para a saúde e a ciência do país. Desde sua fundação, no ano de 1900, quando foi inaugurada para fabricar soros e vacinas contra a peste bubônica, até os dias de hoje, em que é uma das maiores referências no combate à pandemia da covid-19, a Fiocruz é um exemplo da importância do apoio à ciência e a tecnologia em benefício da sociedade, além de um motivo de orgulho para todos os brasileiros”, afirma Isabel Seixas, idealizadora e coordenadora do projeto Rolé Carioca.  

 

Ao longo do passeio virtual, os rolezeiros vão aprender sobre as dezenas de histórias e avanços da instituição também por meio dos elementos arquitetônicos do belíssimo Castelo da Fiocruz, com explicações e ensinamentos adaptados ao imaginário infantil. Alguns dos pontos que serão visitados no Rolé são o Núcleo Modernista, que abrange a portaria da Avenida Brasil e o pavilhão da Febre Amarela; o Núcleo Eclético, com o Pavilhão da Peste, o Hospital Evandro Chagas e a Casa de Chá; e o próprio Pavilhão Mourisco, ou Castelo Mourisco, conhecido como o “Palácio das Ciências” e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1981.  

 

O roteiro inédito integra a programação do nono ano do projeto Rolé Carioca, que já levou mais de 24 mil pessoas pelas ruas do Rio quando era realizado presencialmente e que, desde a pandemia da Covid-19, passou a ser virtual.  

 

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem