Ação faz parte da programação da 9ª edição da Ubuntu - Festa Afro-Brasileira de Petrópolis

 

Heróis negros foram lembrados ontem à noite (16/11) em uma projeção no Obelisco. Como parte da programação da 9ª edição da Ubuntu - Festa Afro-Brasileira de Petrópolis, o projeto “CDC Por Aí” exibiu desenhos e obras de artes feitas por petropolitanos em homenagem a pessoas negras de destaque na história do Brasil. A ação foi promovida pelo Instituto Municipal de Cultura (IMC) e o objetivo é valorizar o potencial criativo dos artistas da cidade e fomentar o acesso a cultura pela população do município.

 

Foram projetadas obras de artes de artistas locais, assim como desenhos de alunos da rede municipal de ensino. Segundo Catarina Maul, responsável pelo projeto “CDC Por Aí”, esse trabalho busca criar oportunidades de acessibilidade e de envolvimento do público na cultura da cidade.

 

“As pautas de luta contra o racismo precisam ser debatidas até o esgotamento, pois não se apaga marcas tão grandes da escravatura somente com a libertação. É preciso consciência, reparação e real anseio de igualdade por toda a sociedade brasileira. A cultura e a educação possuem papel essencial nisso”, explica Catarina, que é gerente do Centro de Cultura.

 

Além desta ação, a 9ª edição da Ubuntu – Festa Afro-Brasileira do município – conta com uma vasta programação cultural, incluindo palestras, contações de história e apresentações. A festa é uma iniciativa do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR) em parceria com a Coordenadoria da Promoção da Igualdade Racial (COPIR), Conselho Municipal de Cultura (CMC) - através do segmento de Culturas Afro-brasileiras, quilombolas e de matrizes africanas -, Movimento Negro Unificado, além do apoio do IMC e da Turispetro.

 

"Preparamos uma programação diversificada para o evento, em conjunto com os segmentos que representam este movimento tão importante. A ideia é estimular a reflexão, a concientização e a união, lembrando a história, celebrando as conquistas e chamando atenção para a luta por direitos, por igualdade. Precisamos ouvir mais, entender mais, unir mais. É o que pretendemos com esta edição da Ubuntu", frisou o prefeito Hingo Hammes.

 

“Os interessados em saber mais sobre a programação devem acessar o site e as redes sociais da prefeitura. Ressalto ainda que essa é uma festa tradicional no calendário da cidade. Preparamos tudo com muito carinho. Estamos com uma programação cultural bastante diversificada celebrando a cultura afro que é tão importante”, disse Charles Rossi, presidente do IMC.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem