Evento reuniu profissionais de todas as áreas da Saúde

 

Enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e nutricionistas se reuniram, na tarde da última terça-feira, para participar do Fórum de Prevenção de Lesões por Pressão. O evento, promovido pelo Hospital Santa Teresa, de Petrópolis, faz parte das ações em comemoração ao Dia Mundial de Prevenção de Lesão por Pressão, no próximo dia 29, e contou com palestras e relatos de caso, visando à troca de experiências entre os profissionais. No próximo dia 23, uma equipe do Hospital também estará na Vila São José para transmitir os conceitos de prevenção para a comunidade.

 

“O trabalho multidisciplinar é fundamental na utilização do protocolo de Lesão por Pressão. Os resultados alcançados no Hospital Santa Teresa enfatizam que o segredo do sucesso para a prevenção e tratamento de lesão por pressão está diretamente ligado ao envolvimento e comprometimento de várias mãos. São vários especialistas trabalhando com muito afinco em prol do paciente”, avaliou o gerente assistencial, Márcio Pacheco Bastos.

 

As lesões acometem mais comumente idosos, prematuros e deficientes físicos e surgem em locais com maior proeminência óssea. “As lesões por pressão podem ter consequências sérias para os pacientes podendo aumentar o tempo de internação e dificultar a recuperação. Investir em ações de prevenção é fundamental, mas também queremos dividir nosso conhecimento com as famílias que diariamente convivem com pacientes acamados em casa”, explicou a coordenadora de enfermagem Gabriela Fecher, destacando a importância de levar o conhecimento dos profissionais também para as comunidades. “Esteja o paciente no hospital ou em casa, o familiar deve ser um aliado da equipe de enfermagem para evitar as lesões. É muito importante preparar o familiar para a manutenção dos cuidados em caso de alta”, analisou.

 

No próximo dia 23, às 14h, um grupo de enfermeiros estará na Associação de Moradores da Vila São José explicando a importância da prevenção e ensinando as famílias a cuidarem dos pacientes acamados.

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem