Hospital chegou a ter 75 pacientes internados simultaneamente na UTI e em unidades abertas

 

Maior hospital particular da região, o Hospital Santa Teresa emitiu no final da última semana seu 587º boletim Covid-19 e, pela primeira vez em um ano e nove meses, não registrou pacientes internados com o novo coronavírus. Ao longo de todo o mês de novembro, nenhuma nova internação teve diagnóstico confirmado para Covid-19. O atual cenário começou a ser desenhado após o pico registrado em abril, quando 197 pacientes com diagnóstico confirmado foram internados. O Hospital chegou a disponibilizar, ao todo, 75 leitos (clínicos e de UTI) para atender a demanda. Ao longo da pandemia, as equipes do HST cuidaram de milhares de pacientes e comemoraram 1.288 altas. 

 

Segundo o diretor executivo do hospital, o médico Leonardo Menezes, os baixos índices são resultado do avanço da vacinação na cidade, mas também da manutenção dos cuidados recomendados, como uso de máscaras, distanciamento social e higienização das mãos: “Desde julho, temos acompanhado os números de internações com base nos pacientes com esquema vacinal completo e o baixo índice aponta que estamos no caminho certo. Sabemos que a pandemia não acabou. Por isso, é muito importante que todos sejam vacinados dentro dos prazos estipulados pelo Ministério da Saúde”.

 

De acordo com o estudo realizado na instituição, de janeiro a outubro, apenas 7% dos pacientes internados foram contaminados após terem concluído o ciclo vacinal. Além do baixo número de internações de pacientes com esquema vacinal completo, a taxa de positividade dos exames realizados no HST ficou em 1,7% e o número de atendimentos diários a pacientes com sintomas de Covid-19 também diminuiu ao longo dos meses, permitindo mudanças na rotina do hospital. Desde novembro, as visitas foram retomadas, obedecendo aos critérios de segurança estipulados pela instituição, e o atendimento pediátrico de emergência voltou a ser concentrado no Pronto Atendimento comum.

 

Para quem esteve na linha de frente, vencendo o próprio medo para cuidar dos inúmeros pacientes que não paravam de chegar, ver os leitos de covid-19 vazios é um alívio: “Durante todos esses meses, trabalhamos sonhando com este dia. Ver a rotina do hospital voltar ao normal conforta nossos corações, mas o novo Coronavírus tem nos mostrado que precisamos nos manter alertas e vigilantes. A luta contra a pandemia nos trouxe um grande aprendizado que é a importância de cuidarmos uns dos outros”, declarou o enfermeiro Sérgio Muniz, supervisor de enfermagem.

 

O médico Carlos Augusto dos Santos, coordenador do CTI do HST, ressaltou a dedicação dos profissionais ao longo dos últimos meses: “Foram meses de uma luta incansável de toda uma equipe de profissionais de saúde contra uma doença que acometeu tantas pessoas e, finalmente, não temos mais internações no CTI. Desejamos muito que a população continue seguindo as orientações das autoridades sanitárias frente à retomada responsável e progressiva de nossa vida, livre dessa terrível pandemia. Estejamos em alerta à possível intensificação da doença frente às referidas mutações do vírus, mas com o otimismo responsável de que retomaremos a normalidade de nossas vidas”.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem