Dia 05 de janeiro acontece a vernissage da nova Exposição “DIVINAS” do artista plástico
Betto Pereira, no Espaço Cultural da Inter TV, em Petrópolis. A mostra reúne 11 telas que contém elementos da festa do Divino Espirito Santo, como, Igrejas, Pomba do Divino, a devoção, com um olhar multicolorido retratando a diversidade cultural brasileira. Nesta série,que foi pintada exclusivamente para esta exposição, o artista maranhense, radicado em Petrópolis há um ano, traz uma personagem impar da cultura mexicana, um símbolo de superação,uma mulher de força: Aartista plástica, a mexicana Frida Kahlo; Divindade em outro sentido.
Na vernissage vai acontecer um grande sarau cultural com artes plásticas, música e poesia. Betto Pereira recebe alguns convidados especiais como a escritora e poetisa Ivone Alves Sol, os escritores e poetas Salgado Maranhão e Félix Alberto Lima, o cantor e compositor César Nascimento e a cantora Flávia Bittencourt entre outras surpresas.
Como Betto Pereira pensa que ARTE é para todos, ele vem com uma novidade nessa exposição:Os deficientes visuais poderão tocar as telas e sentir as mesmas, e para entender melhor o que estão sentindo terá um áudio informativo a disposição dos visitantes. A curadoria tem a assinatura de Carlos Dimuro que também é escritor, poeta e presidente da ABA do Museu Nacional de Belas Artes.
No Maranhão, a cidade histórica de Alcântara abriga uma das maiores festas do Divino Espírito Santo. Com cortejos e rituais ricos em arte, roupas, canto, dança e culinária, a festa é acima de tudo uma experiência de resistência e força da comunidade.
As caixeiras constituem elemento imprescindível e típico da festa do Divino.

Sobre o artista
Betto Pereira é maranhense, artista plástico, cantor e compositor, tem 35 anos de carreira. Em 2014 mudou-se para o Rio de Janeiro, onde foi convidado para fazer a exposição “Pedalando Cores” no Museu nacional de Belas Artes, com a curadoria de Carlos Dimuro.
 A essência da pintura de Betto Pereira está no movimento. Mas não é um movimento qualquer, abusado ou fora de contexto. Não é a velocidade da urbe, mas o movimento forjado na leveza que a vida nos cobra numa tarde de sábado, por exemplo. Quanto mais refestelado nas tradições, na cultura popular da sua aldeia, mais moderno Betto Pereira se espicha no traço. A coleção “Telas&Tons”, assim como as tardes de sábado, é um convite ao contentamento.
Azuis em lá maior, vermelhos em fá e amarelos em sol. Cor ou som? Esta é a questão que surge diante das acrílicas agudas e das pinceladas graves do artista plástico e músico Maranhense Betto Pereira em suas “Telas – Palco”.
Trata-se de uma nova categoria no universo das artes plásticas: a “pintura musical” ou a “músicapintada”; Um exercício lúdico com as cordas vocais das cores, com o objetivo de vibrar beleza e encantamento.

Serviço
Exposição Divinas
Data:  até 28 de janeiro de 2018.
Local: Espaço Cultural da Inter TV Petrópolis que fica localizado na Rua da Imperatriz nº 327 – Centro

Horário: Das 10h ás 17h entrada Gratuita

Leia Também