Casa de Cláudio de Souza (Divulgação)

O Clube de leitura Leia Mulheres, em comemoração ao seu 2º aniversário, recebe hoje, das 18h às 22h, realizará na Casa de Cláudio de Souza, subunidade do Museu Imperial, um colóquio literário. Dessa vez, a autora, dramaturga, roteirista e diretora de teatro Marcia Zanelatto falará sobre seu percurso como autora e os desafios encontrados pelas mulheres na literatura. O evento, que é gratuito e aberto para o público de todas as idades, contará, ainda, com a apresentação do cantor e instrumentista Guido Martini da Tribo de Gonzaga.
O encontro, que ocorre sempre nas primeiras quartas-feiras de cada mês, tem como objetivo trocar ideias e impressões sobre leituras previamente realizadas, além de valorizar as escritoras trazendo e promovendo o equilíbrio e, dessa forma, minimizar a desigualdade de gênero na literatura.
Esse movimento teve como precursora a escritora britânica Joanna Walsh, que criou esse projeto com foco em ler e discutir apenas obras produzidas por mulheres.  Segundo Walsh, devemos ler obras de escritoras e valorizar as profissionais do mundo editorial apreciando seus artigos.
Inspiradas nessa iniciativa, as brasileiras Juliana Gomes, consultora de marketing, e as jornalistas Juliana Leuenroth e Michelle Henriques, criaram o clube de leitura com o mesmo nome no Brasil. O primeiro encontro ocorreu em março, em São Paulo. Posteriormente, o projeto percorreu várias cidades brasileiras, como Rio de Janeiro e Belo Horizonte, até chegar a Brasília. Atualmente, trinta cidades acolhem o projeto, sendo Petrópolis a vigésima nona.
A Casa de Cláudio de Souza fica na Praça da Liberdade, 247, Centro, Petrópolis. Além dos eventos que recebe e organiza, o espaço, que é uma subunidade do Museu Imperial, está aberto para visitação gratuita de terça a sexta-feira, das 11h às 18h. Para mais informações, entre em contato pelos telefones (24) 2231-5156 e (24) 2231-4722 ou pelo e-mail mimp.casaclaudiodesouza@museus.gov.br.

Sobre a palestrante:
Márcia Zanelatto foi diretora da Companhia de Theatro Dança, de 1996 a 1999, com a qual fez os espetáculos “Afeto”, de Tereza Amoedo; “Marilda”, “Adão, “A história da culpa” e “Memorial de Afrodite”, os três últimos de sua autoria.
Foi colaboradora de Domingos Oliveira em vários trabalhos, entre eles os filmes “Juventude” e “Todo Mundo Tem Problemas Sexuais”, a peça “Apocalipse segundo Domingos Oliveira”, além de ter atuado como diretora assistente em diferentes trabalhos.
Escreveu a peça infantil “O caminho do herdeiro griô” para a ONG Se Essa Rua Fosse Minha. Recebeu o Prêmio Shell de Melhor Texto de 2007 com “Largando o escritório”. Escreveu várias peças teatrais, como “A menor orquestra do mundo”, “Confronto” e "Tempo de solidão". Escreveu as biografias da ativista Gabriela Leite, “Filha, mãe, avó e puta” e “Thammy: nadando contra a corrente – Cartografia de uma transexualidade.
Produz a turnê da peça "Tempo de solidão", de sua autoria, com patrocínio do Circuito das Artes da Secretaria de Cultura do Estado do Rio;ministra o workshop "O que você precisa saber sobre dramaturgia para escrever suas peças e filmes", na CAL, e Coordena o curso de produção cultural para artistas da Cidade de Deus no projeto Circuito Itinerante/ Cultura Portátil, realizados pela Gestão Social de FarManguinhos.
Premiações:
Em 2009, recebeu o Prêmio Nacional de Dramaturgia Seleção Brasil em Cena, do Centro Cultural Banco do Brasil, primeiro lugar para a peça “Amar e Conversar”.
Em 2008, Festival de Cinema de Gramado, Kikito de Melhor Roteiro de Longa-Metragem, como roteirista colaboradora de Domingos Oliveira no filme “Juventude”.
Em 2006, Prêmio Shell de Melhor Texto para “Largando escritório”, de Domingos Oliveira, como colaboradora.
Em 2003, Concurso Violência, Sexualidade e Justiça nas Favelas, Prêmio da Fundação Ford, CESEC e CEASM para a peça “Eles não usam tênis Naique”. Em 1987, Festival de Poesia da Academia Petropolitana de Letras, 3º. Lugar para “1964”.
Em 1987, Concurso de Poesia do Colégio Pedro II, 1º. Lugar e Melhor Intérprete para “1964”. 

Serviços
Casa de Cláudio de Souza/Museu Imperial
Endereço: Praça da Liberdade, 247, Centro – Petrópolis, RJ
Contatos: (24) 2231-5156 / (24) 2231-4722 / mimp.casaclaudiodesouza@museus.gov.br
Site: www.museuimperial.gov.br/casa-claudio-de-souza
Visitação: de terça a sexta, das 11h às 18h



Leia Também