A Sociedade Artística Villa-Lobos (SAV) recebe no sábado, dia 5 de outubro, às 16h no Cineteatro do Museu Imperial, os cantores do Theatro Municipal do Rio de Janeiro Ivan Jorgensen e Ciro D’Araújo. Juntos vão emprestar suas vozes aos maiores clássicos do repertório napolitano, como Torna a Surriento, Core ‘ngrato, Marechiare, e I’ Te Vurria Vasà, acompanhados ao piano por Eliara Puggina, com o tema “As Mais Belas Canções Napolitanas”.
Quando pensamos na Itália, mais do que as belas imagens da arquitetura, história e paisagens naturais que tão prontamente vem em nossa mente, aparece também um estado de humor e de espírito: um dolce far niente ensolarado com sensação de família perto, uma boa pasta e, juntamente, uma bela melodia italiana, daquelas eternizadas por Caruso e outros tenores da primeira metade do século XX. Nápoles sobretudo, a cidade aos pés do Vesúvio, foi um celeiro artístico importante na construção da identidade cultural da canção clássica italiana desde o século XIX, culminando nos famosos Festivale di Sanremo e o Festivale dela Canzone Italiana.
Fundada pela violinista Mariuccia Iacovino, Arnaldo Estrella e Lurdes Tornaghi, a Sociedade Artística Villa-Lobos é responsável pelos concertos que há mais de cinquenta anos o público de Petrópolis tem a oportunidade de assistir.

Ivan Jorgensen (tenor)
Tenor carioca, Jorgensen integra o Coro do Theatro Municipal do RJ. Com a OSB Ópera & Repertório, atuou em Il Re Pastore, Ariadne auf Naxos, Il Pirata, O Rapto do Serralho e The Rake's Progress. No Municipal, merecem destaque suas atuações como solista na Petite Messe Solenelle, Rigoletto, Madame Butterfly, Norma e, ainda, em Billy Budd – onde foi aclamado pela crítica especializada como "Novice" – e Salomé, no papel de Narraboth. Já atuou sob a regência de renomados maestros como Isaac Karabchtevsky, Henrique Morelenbaum, Eugene Kohn e Tiziano Severini, entre outros. Em 2017 cantou Števa na aclamada montagem de Jenufa, de Janáček, e Don José em "La tragédie de Carmen", ambos no Municipal do Rio, onde, em 2018, foi solista em Nona Sinfonia de Beethoven e Missa da Coroação, de Mozart e, em 2019, do concerto Trilogia Tudor, com o soprano Maria Pia Piscitelli. Ivan, também em 2019, foi Nemorino, em L´Elisir d’Amore, na EM-UFRJ, com regência de Silvio Viegas.

Ciro D'Araújo (barítono)
Carioca, integrante do Coro do TMRJ, completou seus estudos musicais em nível de pós-graduação –  Mestrado – na New World School of the Arts, em Miami, sob a orientação de Diana Soviero. Estreou em ópera como Alfio na Cavalleria Rusticana (1998). Em 1999, participou do programa de jovens cantores da Florida Grand Opera. Retornando ao Brasil, cantou em La Cambiale di Matrimonio (2005), Die Zauberflöte (2005), Don Giovanni (2005) e Arianna in Creta (2007).  Pela Cia Lírica, fez La Traviata, Faust, Attila, Madama Butterfly e protagonizou Gianni Schicchi.  Nas temporadas de 2010 a 2019 do Municipal do Rio, cantou como solista em Magdalena, Roméo et Juliette, Tosca, Rigoletto, Billy Budd, Madama Butterfly, Lo Schiavo, Carmina Burana e Condor. Participou como solista na gravação de DVD comemorativo dos 250 anos do Pe. José Maurício Nunes de Garcia com a Associação de Canto Coral e em Elisir d’Amore em produção da UFRJ.

Eliara Puggina (Piano)
Pianista e professora formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e mestre em Música pela UNIRIO, recebeu aprimoramento em performance pianística pelos professores Arnaldo Cohen e Linda Bustani. Desde então, atua principalmente como acompanhadora de cantores líricos e em grupos de óperas. Participou de diversos grupos de câmara, dentre os quais: Teatro de Ópera do Rio de Janeiro (TORJ); Grupo Glória Queiroz; Grupo André Vivanti; Pró-Arte e Bachianas Brasileiras, do Maestro Ricardo Rocha.  Foi também pianista contratada do Theatro Municipal do Rio de Janeiro atuando na Orquestra Sinfônica e no Coro. Atuou em masterclasses como acompanhadora junto aos cantores e professores: Carlos Colombara, Mark Markham, Mitsuko Shirai, Darryl Edwards, Maria Venutti, dentre outros profissionais nacionais e internacionais. Atualmente é pianista acompanhadora concursada na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

Serviço:
Concerto “As Mais Belas Canções Napolitanas”, com Ivan Jorgensen e Ciro D´Araújo, acompanhados da pianista Eliara Puggina
Dia 05 de Outubro de 2019, às 16h
Cineteatro do Museu Imperial - Rua da Imperatriz, 220 – Centro - Petrópolis – RJ
Capacidade: 150 pessoas
Acesso para deficientes
Duração: 1h
Não possui estacionamento 
Compra de ingressos somente na bilheteria do local, de quarta a domingo, de 14 às 18h
Ingressos: R$ 90,00 (inteira)
Ingressos meia-entrada: R$ 45,00 (válido para estudantes e idosos)


Leia Também