Gladistone Moreira Afonso *

Gerenciar um projeto é como gerenciar uma organização, em menor escala. É necessário passar muito tempo em tarefas cotidianas, como acompanhar tarefas, manter o cronograma e orçamento e gerar previsões e relatórios. Algumas vezes isso ocorre em múltiplos projetos, com múltiplas equipes ao mesmo tempo, deixando o Gerente de Projetos preso em tarefas burocráticas, sem tempo de se concentrar na qualidade das entregas, no engajamento e motivação da equipe e em outras tarefas que vão agregar valor ao projeto e contribuir para atingir os objetivos da organização.

Diversas ferramentas e metodologias surgiram para otimizar esse tempo do Gerente de Projetos, e a Inteligência Artificial (IA) aparece recentemente como uma das principais aliadas na busca da eficiência e eficácia em projetos. A IA é uma área da Computação que tenta reproduzir a cognição humana com a finalidade de resolver problemas complexos demais para se resolver utilizando sistemas programados de forma tradicional. São sistemas que aprendem e geram soluções por conta própria.

O chatbot é uma das aplicações mais conhecidas da IA. Ele conversa com o usuário e responde questões utilizando a tecnologia de processamento de linguagem natural, que relaciona conceitos, ideias e conhecimentos. Em projetos, pode ser usado para perguntar à equipe como vai o andamento das tarefas, verificar se existe algum impedimento e sugerir ações corretivas, e gerar relatórios automáticos de desempenho baseados nessas perguntas.

A Rede Neural Artificial (RNA) é peça fundamental da IA, criando uma estrutura parecida com os neurônios humanos e permitindo o aprendizado de máquina. Esse aprendizado reconhece padrões e infere resultados, permitindo que funções cotidianas possam ser automatizadas, liberando o tempo do Gerente de Projetos e da equipe para tarefas de valor mais elevado para o projeto e a organização. É possível analisar dados gerados pelo projeto, sem a necessidade de interação humana, gerar um entendimento do desempenho do projeto, fornecer insights e permitir a tomada de decisões baseada em informações, eliminando até mesmo o viés do ser humano.

A capacidade de análise de dados em tempo real da IA permite a previsão de possíveis atrasos, estouros de orçamento, conflitos entre membros da equipe, fraudes, entre outros desvios de performance, podendo gerar sugestões de soluções e diminuindo o risco do projeto. Estudo recente da McKinsey mostra que somente 30% dos 1.800 projetos de software pesquisados foram entregues em dia, sendo que 1 a cada 5 desses projetos teve que retirar alguma coisa do seu escopo para conseguir terminar a tempo. Ferramentas de IA podem auxiliar a determinar com mais exatidão a quantidade de esforço e recursos necessários para se entregar um projeto e evitar esses atrasos.

IA em projetos não é mais futuro, é agora. Mas será que o Gerente de Projetos está com os seus dias contados? A opinião dos especialistas é que ainda não. Estaremos seguros enquanto a IA não desenvolver as principais características de um Gerente de Projetos: liderança, comunicação, empatia e inteligência emocional. O impacto da IA no mundo deve chegar aos US$ 13 trilhões até 2030, segundo a McKinsey, então se torna vital para o profissional de hoje conhecer essa fantástica ferramenta e se preparar para o futuro que já chegou.   

 

(*)Coord. MBA em Gestão de Projetos da FMP/Fase  


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis