O inciso III da Lei Aldir Blanc – que teve o prazo de inscrições encerrado nesta segunda-feira (30/11) – recebeu 536 projetos. Agora, o município vai analisar a documentação dos inscritos e, sendo aprovados, os projetos serão avaliados por pareceristas. O inciso III é referente à seleção de projetos culturais criados por artistas, técnicos, realizadores e agentes culturais da cidade, com verba proveniente do repasse federal enviado ao município.

 

São três categorias, na primeira foram 237 projetos inscritos - são ideias culturais de qualquer natureza, valor e dimensão, haja vista que estas ideias não serão executadas, com valor de R$1.900,00 ; na segunda foram 213 inscritos e na terceira 86 inscritos - são ideias culturais que foram apresentadas e posteriormente executadas, com valor de R$ 10.000,00 e de R$ 20.000,00. Serão182 projetos contemplados na categoria 1; 50 na categoria 2; e 15 na categoria 3. Ou seja, são 247 projetos no total que poderão ser contemplados, com o valor total de R$ 1.145.800,00.

 

“Esse foi mais um edital muito importante para a classe artística. Neste período, de pandemia, o setor foi um dos mais afetados. Os editais são uma forma de democratizarmos o acesso à cultura e valorizarmos os artistas da nossa cidade. Além disso, estamos criando conteúdos online, com excelentes projetos, que serão muito bem-vindos neste período em que continuamos pedindo para que as pessoas fiquem em casa e evitem aglomerações”, explica o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Rodrigo Bueno.

 

Puderam ser apresentados projetos de gravação de álbum; peça online; podcasts; vídeo aulas; exposições virtuais; além de cursos de formação; mostras online de médio porte; gravação de DVD; videoclipes, etc.

 

Em Petrópolis, o município publicou no Diário Oficial do dia 5 de outubro um decreto municipal contendo as regras para os artistas, produtores e espaços culturais pleitearem os recursos dos incisos II e III da Lei Aldir Blanc. O inciso I, que diz respeito ao auxílio emergencial de R$ 600, pago em três parcelas mensais, ficou a cargo do Estado. Membros do IMCE se reuniram constantemente com uma comissão do Conselho Municipal de Cultura para a elaboração dos documentos. E o Conselho aprovou o texto do decreto.

 

No total, Petrópolis recebeu R$ 1.936.795,75 da Lei Aldir Blanc.

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem