396 óbitos

 

O prefeito interino de Petrópolis Hingo Hammes e o secretário de Saúde Aloísio Barbosa da Silva Filho fizeram um alerta à população sobre o aumento no número de casos de covid-19. Até agora, 12.633 casos foram confirmados com 396 óbitos. Neste ano foram incluídos no sistema 31 mortes. A maioria, no entanto, é referente a casos registrados em dezembro. Dos 31 óbitos, um ocorreu em novembro e 23 em dezembro. Em janeiro, até agora, foram registradas sete.

 

“O combate ao Coronavírus precisa ser feito em conjunto pelo poder público e a sociedade. Cada pessoa precisa fazer a sua parte para evitar uma explosão de casos. Estamos somando esforços com a iniciativa privada para unificar as ações e trabalhando para melhorar o atendimento da população, mas tudo isso será feito em vão se os cidadãos não seguirem as recomendações de distanciamento social e higiene”, afirmou o prefeito, que esteve reunido com infectologistas e diretores das unidades públicas e privadas esta semana.

 

O secretário de Saúde mostrou preocupação com a possibilidade de crescimento do número de casos na próxima semana, consequência das festas de fim de ano e esclareceu que mesmo com a vacinação é preciso manter os cuidados: "Nossa principal preocupação é a capacidade de atendimento da rede que depende não só de estruturas físicas, mas também de um número elevado de profissionais capacitados para o atendimento".

 

Os dados divulgados no boletim desta quinta-feira apontam ainda que Petrópolis fez, até agora, 97.923 testes para covid-19, com 12.633 resultados positivos e 83.602 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab). Há 1.688 casos em análise. Além de 9.406 pessoas recuperadas.

 

Neste momento 89 pessoas estão internadas em leitos de UTI privados e pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e 97 em leitos clínicos privados e pelo Sistema Único de Saúde (SUS), totalizando 186 internações. Ao todo, a ocupação de leitos clínicos pelo Sistema Único de Saúde é de 57,58% e de 69,32% em leitos de UTI.

 

Óbitos:

 

 Mulher, 83 anos, moradora em Corrêas. Internada em 03/12 na UPA de Itaipava e transferida para o HMNSE. Óbito registrado em 07/12. Era portadora de hipertensão arterial

 

•Mulher, 68 anos, moradora no Bataillard. Internada na UPA de Itaipava em 15/12 e transferida para o HNSA. Óbito registrado em 18/12. Era portadora de hipertensão arterial.

 

 Homem, 80 anos, morador no Quitandinha. Internado em 14/12 na UPA Centro e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 19/12. Não tinha comorbidades.

 

 Mulher, 68 anos, moradora no Fazenda Inglesa. Internada em 28/12 no Pronto Socorro do Alto da Serra. Óbito registrado em 28/12. Era portadora de cirrose hepática.

 

•Homem, 45 anos, morador no Alto da Serra. Internado em 22/12 na UPA Centro e transferido para o HMNSE. Óbito registrado em 28/12. Era portador de Asma.

 

 Mulher, 80 anos, moradora no bairro Chácara Flora. Internado em 18/12 no Pronto Socorro do Alto da Serra e transferida para o SMH. Óbito registrado em 30/12. Era portadora de hipertensão arterial e Alzheimer. 

 

 Mulher, 62 anos, moradora no Itamarati. Exame PCR positivo em 02/12 na UPA Centro e transferida em 11/12 para o HNSA. Óbito registrado em 01/01. Sem comorbidades.

 

 Mulher, 98 anos, moradora no Bingen. Internada em 21/12 no Hospital Alcides Carneiro. Óbito registrado em 01/01. Era portadora de hipertensão arterial e diabete.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis