Saúde confirma mais 18 óbitos

 

Petrópolis receberá do Ministério da Saúde 99 mil doses de vacinas que atenderão às quatro primeiras fases de vacinação contra o coronavírus. O município também receberá os insumos necessários para aplicação destas doses na população. Preocupado com o avanço da doença na cidade, o prefeito interino Hingo Hammes reforçou, na tarde desta sexta-feira, o interesse de adquirir mais doses para o município. Nesta sexta-feira (08), a Secretaria de Saúde de Petrópolis confirmou mais 18 óbitos de pacientes com a doença.

 

As remessas que serão enviadas pelo Governo Federal atenderão a um terço da população e serão utilizadas nas quatro primeiras fases da vacinação, obedecendo ao protocolo do Ministério da Saúde, e serão destinadas aos idosos, profissionais da saúde, professores, pessoas com comorbidades e às forças de segurança. “Temos outras 200 mil pessoas que precisam ser vacinadas e trabalharemos para adquirir doses suficientes para imunizar toda a população”, declarou Hingo Hammes.

     

O secretário de Saúde, Aloísio Barbosa da Silva Filho, esclareceu que será preciso aguardar as aprovações das vacinas pela Anvisa para que o processo de compra seja realizado. “Temos total interesse em adquirir doses da vacina para imunizar nossa população, só precisamos obedecer aos trâmites”, afirmou. Ele explicou ainda que não há previsão de envio das vacinas por parte do Ministério e que, por isso, é precoce informar uma data de início para a vacinação. A Secretaria, no entanto, já está preparando toda a logística necessária.

 

Segundo o boletim do coronavírus, divulgado pela Secretaria de Saúde de Petrópolis, o número de óbitos na cidade, desde março, início da pandemia, chegou ao número total de 414. Destas, 18 mortes foram confirmadas nesta sexta-feira (08), totalizando 80 óbitos em dezembro e 20 óbitos em janeiro. Os dados divulgados no boletim apontam ainda que Petrópolis fez, até agora, 98.247 testes para covid-19, com 12.724 resultados positivos e 83.690 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab). Há 1.833 casos em análise. Além de 9.665 pessoas recuperadas.

 

Neste momento 89 pessoas estão internadas em leitos de UTI privados e pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e 95 em leitos clínicos privados e pelo Sistema Único de Saúde (SUS), totalizando 184 internações. Ao todo, a ocupação de leitos clínicos pelo Sistema Único de Saúde é de 54,55% e de 71,26% em leitos de UTI. 

 

O prefeito interino voltou a alertar a população para a necessidade urgente de evitar aglomerações e redobrar os cuidados com higiene: “É importante que a população faça a sua parte e cumpra as orientações das autoridades de saúde. Esta é batalha que só venceremos em conjunto. Vamos reforçar a orientação e a fiscalização em toda a cidade”.

 


Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis