“Histórias do Futuro” é o documentário (45') onde crianças da região Centro-Sul fluminense trazem suas percepções acerca da pandemia e do isolamento social e mostram o modo como o Covid-19 afetou suas vidas.

 

“Pretende-se uma visão de como essa geração está vivenciando o momento e entender de que maneira isso a influenciará nas suas escolhas do futuro”, diz a diretora Jeanne Duarte.

 

As filmagens acompanharam os personagens Ashelley Gomes Paulista Ribeiro, de 11 anos (Miguel Pereira/Vassouras), Danilo Jorge do Nascimento Silva, de 8 anos (Três Rios), Thalia Damiana Passos de Oliveira, de 8 anos (Paraíba do Sul) e Gabriel Duarte Mello, de 11 anos (Areal). Depoimentos dos pais, avós, amigos e especialistas de saúde complementam o documentário, que estreia em 30 de março, no canal do Youtube @Cineviola.

 

O projeto conta com recurso inovador: lives contam as histórias das crianças no Instagram, com animações criadas em Realidade Aumentada interagindo com os atores. Os atores convidados são Zezé Fassina, Carlos Arruda e Isabel Francisco. Os filtros, assim como as lives, já  estão à disposição das crianças no perfil do Instagram do projeto @historias_dofuturo, convidando cada uma a contar a sua própria história, com ajuda das animações.  Já as lives exclusivas para crianças surdas, com a tradução para Língua Brasileira de Sinais serão interpretadas Gildete Amorim nos dias 3 e 4 de abril, sábado e domingo, às 11h e 17h. 

 

Personagens:

 

Thalia Damiana Passos de Oliveira, oito anos, de Paraíba do Sul. Sem rede social. Sem celular. Mora com a avó desde que nasceu. Passa a pandemia numa fazenda em Paraíba do Sul, onde mora sua mãe e sua irmãzinha, a bebê Isabelle. Adora cuidar dos animais com o padrasto. Tem três sonhos. Tem três medos.

 

Danilo Jorge do Nascimento Silva, oito anos, de Três Rios. Antenado. “Faço aplicativo, animação, tenho um canal no youtube, e quero ser construtor de games”. Cercado de livros e estímulo dos pais, mora em um apartamento e tem medo do que o Covid-19 possa fazer.  

 

Ashelley Gomes Paulista Ribeiro, 11 anos. Coração dividido entre Vassouras, casa da avó, e Miguel Pereira, casa da mãe, que é empregada doméstica. Aluna de harpa, convidada a ir para a França, teve a viagem suspensa pela pandemia. Gosta de brincar com amigos na rua e de tocar atabaque.

 

Gabriel Duarte Mello, 11 anos. Em Areal é o mais novo da Camerata de Violões. Estuda também teclado. Tímido, sua vida era livre até chegar a pandemia. Tem na irmã Mariah, de sete anos, a melhor companhia para os tempos de Covid-19, que atingiu toda a sua família, inclusive ele.

 

Histórias do Futuro | Documentário (45’)

Estreia: 30 de março, às 20h.  You Tube: @cineviola

Estrelando: Danilo, Thalia, Ashelley e Gabriel, com a participação adicional das crianças Isabela, Isabelle, Ana Flavia, Mary Kate, Michael e Mariah.

Lives Instagram | crianças surdas | Dias 3 e 4 de abril. 11h e 17h @historias_dofuturo

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis