Aulas são on-line e cursos pretendem expandir o conhecimento sobre a temática, assim como outras síndromes, contribuindo para a inclusão desse público

 

Sem dados estatísticos oficiais, estima-se que pelo menos 70 milhões de pessoas em todo o mundo vivam com o Transtorno do Espectro Autista, o TEA, sendo 2 milhões delas aqui no Brasil. A condição, ainda bastante desconhecida por grande parte da população, engloba uma série de níveis, que vão do mais leve ao mais severo. Conceituar esse transtorno – assim como outros distúrbios - e entender melhor como ele funciona é uma das ferramentas de inclusão desse público. A Universidade Católica de Petrópolis (UCP) está com inscrição aberta para dois cursos de extensão – um deles gratuito - que abordarão a temática de maneira mais aprofundada.

 

Com inscrição gratuita que encerra nesta quinta-feira (20.05), o curso de extensão Transtorno do Espectro Autista e Cognição Social tem o objetivo de conceituar esse transtorno, mas também promover uma investigação aprofundada ao estabelecer uma correlação entre as funções cognitivas e executivas do autista com seu comportamento. As aulas serão on-line e acontecem nos dias 21 e 28 de maio e 4 e 11 de junho, sextas-feiras, das 16h às 18h.

 

“O curso tem como objetivo oferecer ao participante um conhecimento mais específico e aprofundado a respeito da correlação entre as funções cognitivas e o comportamento, desenvolvimento e modulação do autismo. Além de conceituar o autismo, buscar-se-á oferecer um aporte diferenciado para o tratamento do TEA, por meio das contribuições da Teoria da Mente e Atenção Compartilhada. As aulas serão dialogadas, pautadas em estudos de caso e partilhas de experiências”, destaca a vice-diretora do Centro de Ciências da Saúde da UCP e coordenadora do curso de Psicologia, Prof. Rosilene Ribeiro.

 

Já o curso de extensão Educação e Diversidade: Autismo e Síndrome de Tourette, que também vai abordar a questão conceitual dos transtornos, será mais pedagógico voltado à escola e professores no intuito de auxiliar no lidar com esse aluno, entendendo suas características específicas e a diferença entre síndrome e deficiência. As inscrições vão até 9 de junho com aulas on-line de 11 de junho a 29 de outubro, sempre às sextas-feiras, das 20h às 21h30.

 

“A Síndrome de Tourette não tem nada a ver, na verdade, com o Autismo. Só que ela traz uma ideia do toque, da repetição, dos espasmos físicos e vocálicos que são involuntários. Diferente dos autistas que quando tem esses estímulos é um comportamento para se acalmar. Eu quis trazer esses dois transtornos para ampliar a discussão, pois muitas pessoas não sabem o que é o Tourette ainda e, também, para mostrar como podemos lidar com ambos os alunos dentro da sala de aula”, explica a professora da UCP, Nathalia Quintella, que vai ministrar o curso.

 

Para saber mais informações sobre esses cursos de extensão e conhecer outros oferecidos pela UCP basta acessar o site da universidade.

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem