A pandemia de COVID-19 colocou em evidência os problemas econômicos de muitas famílias que estão em vulnerabilidade alimentar, uma realidade que o Brasil já enfrenta há anos, mas que ficou ainda mais preocupante com a atual escassez de trabalho. Neste cenário, o Centro Universitário Arthur Sá Earp Neto (UNIFASE) lança a ação #pratododia, que integra as ações realizadas pelo projeto de extensão universitária no Vale do Carangola, desenvolvido há mais de cinco anos na comunidade. 

 

"A pandemia destacou algumas questões que já eram muito complicadas, como a vulnerabilidade de pessoas em bairros periféricos, onde é difícil o alcance das políticas públicas. Com a necessidade do distanciamento físico, a vulnerabilidade alimentar de algumas famílias aumentou. Então, através dessa campanha institucional, estamos fechando parcerias com empresas privadas e mobilizando a sociedade de forma geral, solicitando doações para que possamos auxiliar as famílias em situação de vulnerabilidade do Vale do Carangola", explica Ricardo Tammela, coordenador de Projetos e Extensão da UNIFASE/FMP. 

 

A proposta da ação é ajudar às famílias mais atingidas economicamente, dando suporte na compra de alimentos. A pandemia dificultou a situação dos moradores da comunidade, pois muitos dependem diretamente de atividades informais para garantir o sustento de suas famílias. 

 

"Essa campanha vai ajudar muito. Durante a pandemia, muitas pessoas da comunidade perderam seus empregos ou tiveram a renda familiar reduzida. O fato das crianças estarem sem aula presencial também prejudicou o orçamento familiar, pois estudavam em período integral e se alimentavam na escola. Sem contar com os idosos que também tiveram benefícios suspensos. Nossa ideia é ajudar as famílias a se estabelecerem, pois quem tem fome, tem pressa", explica Tamires da Silva Correa, técnica de enfermagem, moradora do Vale do Carangola e extensionista do projeto. 

 

As famílias contempladas pela ação #pratododia estão sendo selecionadas por um comitê formado por representantes do Projeto de Extensão Vale do Carangola, profissionais do CRAS – Centro de Referência da Assistência Social e Lideranças Comunitárias. Até o meio da semana, a campanha arrecadou o valor de R$11.616,00 destinado a compra de 97 cestas básicas, o que garante o acompanhamento de 32 famílias durante os meses de maio, junho e julho deste ano. A meta é expandir a campanha para que seja possível atender 100 famílias da comunidade.  

 

"Sabemos que é um momento muito delicado economicamente, mas se cada um fizer uma doação que não irá comprometer o orçamento, poderemos ajudar ainda mais essas famílias que estão em vulnerabilidade alimentar. Existem duas formas de colaborar com a campanha: através de doações espontâneas, com o valor que cada um puder, e também com o apadrinhamento ou amadrinhamento de uma família, no valor de R$120,00 mensais", destaca Ricardo Tammela.  

 

Desde 2016, o Centro Universitário Arthur Sá Earp Neto/Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP) desenvolve o projeto de Extensão no Vale do Carangola, realizando diversas atividades de educação, promoção da saúde, geração de renda, cidadania, meio ambiente e cultura. Os alunos dos diversos cursos da instituição dialogam com os moradores da comunidade e buscam, através dos conhecimentos adquiridos em sala de aula, pensar ações junto com a comunidade que possam ser aplicadas no dia a dia para melhoria de suas vidas.  

 

"Desde que eu entrei na faculdade, fiquei encantado com o Projeto de Extensão do Vale do Carangola e quis participar. A ação #pratododia é tão importante à comunidade quanto para nós que participamos dela, pois aprendemos a recuperar a humanidade que há muito se perdeu entre nós. Então, antes eu pensava que na faculdade seria apenas uma formação profissional, mas me surpreendi em ter a possibilidade de ajudar muitas pessoas, fazendo um link entre o meu crescimento pessoal e a minha formação acadêmica. Na psicologia está sendo essencial interagir com outras pessoas que têm necessidades e demandas muito diferentes da realidade em que eu vivo. Se eu não tivesse esse contato, ainda estaria alienado ao que acontece ao meu redor. Esse projeto me traz esse senso de comunidade, de que a gente precisa criar as pontes entre o conhecimento que é produzido no meio acadêmico e a sociedade, utilizando as ferramentas disponíveis em prol do bem comum", explica Rafael Vianna Costa, aluno do 3º período de Psicologia da UNIFASE. 

No site da ação é possível acompanhar os valores já arrecadados, o número de famílias contempladas e fazer parte dessa rede de solidariedade, sendo com doações espontâneas ou com o apadrinhamento/amadrinhamento de uma família. Acesse: www.valedocarangolaunifase.wordpress.com  

Legenda da foto: Reunião de seleção das primeiras famílias participantes da campanha #pratododia. Na foto: Professor Ricardo Tammela, Coordenador de Projetos e Extensão da UNIFASE/FMP, Ângela Maria Samuel da Silva e Tamiris da Silva Correa, lideranças comunitárias do Vale do Carangola e Luciana Telles, Assistente Social da equipe do CRAS.

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem