Na manhã deste sábado (15), voluntários decidiram fazer o plantio de árvores às margens do Rio Piabanha em Corrêas. A ação de reflorestamento com espécies nativas tem como objetivo recuperar a área de mata ciliar na região. A engenheira agrônoma Carolina Rodrigues, foi uma das responsáveis pelo trabalho, comandado pela associação de moradores da região.

 

O projeto também plantou espécies frutíferas próximo ao ponto de táxi. Todas as mudas foram doadas. “Inicialmente colocamos vinte árvores nativas da Mata Atlântica. São espécies como o Ipê Amarelo, Quaresmeira Roxa, Manacá da Serra, além de outras frutíferas. Esse trabalho é plantar vida, fazer algo que traz benefícios para o futuro. Com o reflorestamento ocorre a recomposição florestal com espécies nativas da região, objetivando a recuperação da flora no local, propiciando assim um ambiente saudável de interação entre ambiente nativo e o ambiente urbano”, diz a Engenheira Agrônoma e responsável pelo projeto Floresta Viva, Carolina Rodrigues.

 

“A intenção é melhorar a imagem de Corrêas e com isso trazer melhorias para a região. É o início de um trabalho que tem como objetivo influenciar outras localidades a também fazerem esse tipo de projeto. Queremos inspirar bairros vizinhos como Nogueira, Itaipava e adjacências, a também cuidarem do ambiente que os cerca e recuperar áreas que foram degradadas”, explica Sérgio Ramos Mattos, presidente da Associação de Moradores de Corrêas.

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem