Imagem ilustrativa


Por Petrópolis em Cena

As mulheres que já tomaram a vacina contra a Covid-19 devem esperar 4 semanas após a segunda dose para realizar a mamografia de rotina. Isso porque logo após a vacinação há um inchaço dos linfonodos da região da axila. Os gânglios linfáticos aumentam de tamanho como reação natural do organismo ao imunizante. Mas essa mudança pode levar a dúvidas e à necessidade de refazer o exame, já que uma das características do câncer de mama é justamente a alteração nos linfonodos axilares.

Os linfonodos ou gânglios linfáticos são pequenas estruturas que funcionam como filtros no nosso corpo e estão presentes em diferentes regiões do corpo, como o pescoço e a virilha e são chamados popularmente de ínguas. Eles se manifestam depois das vacinas porque contém células do sistema imunológico, que ajudam a combater infecções. 

A professora do curso de Radiologia da UNIFASE, Marilice Valverde, explica a importância do intervalo entre a vacinação e o exame. Ela tem uma longa experiência na área de Radiologia Diagnóstica, com ênfase em Mamografia, além de Mestrado em Radioproteção e Dosimetria pela Comissão Nacional de Energia Nuclear.


Assista ao vídeo:



 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem