Pacto tem como objetivo aperfeiçoar e atualizar ainda mais o nível de conhecimento dos mais de 15 mil juízes da AMB, que também se estende aos seus dependentes, com os mesmos benefícios de até 55% de desconto em centenas de cursos de pós-graduação e descontos incríveis na graduação, em todas as modalidades Presencial, Semipresencial, Flex e Digital

 

A constante busca do homem por sabedoria, aliado ao hábito de nunca parar de estudar e sempre conhecer o novo, são uns dos principais pilares que deve-se ser difundido para um futuro melhor. A partir desta reflexão, ofertar oportunidades de ensino para contínuos aprendizados em todos os níveis sociais, é uma das grandes missões que a Estácio tem diante a sociedade.

 

Perante isto, a instituição de ensino superior firmou um convênio de grande contribuição com a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), para difundir este princípio entre os mais de 15 mil juízes, concedendo aos colaboradores e associados e seus dependentes, bolsas de até 55% de desconto durante todo o curso, válidas em âmbito nacional para centenas de cursos de pós-graduação em todas as áreas do conhecimento e cursos de graduação disponíveis nas modalidades Presencial, Semipresencial, Flex e Digital com descontos incríveis. No caso dos cursos stricto sensu de mestrado e doutorado, o desconto também é válido para mensalidades das disciplinas isoladas disponíveis no convênio.

 

"A Estácio é uma instituição de ensino que está presente em todo território nacional, tendo seu principal objetivo levar a educação e o conhecimento para todas as classes sociais, exemplo disso é o convênio com a AMB, que é de extrema relevância e importância para nós, pois, reforça ainda mais o nosso interesse por uma educação constante, promovendo e inspirando a cada dia os estudos em todos os níveis, de um graduando, a doutores, empresários e magistrados”, destaca a vice-presidente de Relações Governamentais, Sustentabilidade e Comunicação da Estácio, Cláudia Romano.

 

De acordo com a presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, Dra. Renata Gil, o convênio pactuado entre a entidade e a Estácio traz um importante movimento ao aperfeiçoamento dos magistrados no País, pois existe uma demanda permanente para a participação em cursos de aperfeiçoamento, e atualmente, a nossa Escola Nacional tem um método evolutivo de trabalhar da forma como os juízes precisam, tanto na teoria quanto na prática.

 

“Com a abertura da escola externa, as relações jurídicas e decisões do Supremo, entendemos que a AMB deveria ampliar o papel e buscar novas parcerias de ampliar o acesso à capacitação, bem como, o portfólio de cursos de longa e curta duração, de modo que atenda às necessidades e o perfil de cada juízo, portanto, essa parceria muito nos orgulha, pois os nossos associados têm um alto grau de exigência e satisfação de estar conosco, e por isso, nossa responsabilidade aumenta e precisamos entregar um serviço de excelência”, disse.

 

O Coordenador de Relações Governamentais da Estácio, Pedro Ferreira, ressalta a relevância do convênio celebrado com a AMB. “É com grande satisfação que nós, uma Instituição de Ensino Superior que tem sua história iniciada com um curso de Direito há mais de 50 anos, firmamos essa parceria com importante entidade representativa e tão atuante na sociedade como a Associação dos Magistrados Brasileiros”.

 

"É uma grande honra para nós ter esse convênio com a Estácio, porque essa oferta vai muito mais além de só aperfeiçoar os juízes, pois, eu sempre digo que o magistrado que está capacitado é banho social, então, não é só a magistratura que ganha e sim toda sociedade”, comenta a Dra. Marcela Carvalho Bocayuva, coordenadora da Escola Nacional da Magistratura.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem